Topo

Esporte

Kaká diz que Neymar precisará suportar pressão caso se transfira para o Real

26/06/2018 07h51

Roma, 26 jun (EFE).- O ex-jogador Kaká comentou sobre os rumores de transferência de Neymar para o Real Madrid, deixou claro que a decisão cabe ao atacante e afirmou que, se tiver o desejo de se transferir, o craque deve fazê-lo, ainda que isso aumente a pressão sobre seu desempenho.

"É uma decisão pessoal. Se ele se transferir para o Real agora, talvez falem que só usou o PSG como ponte. Mas se é isso o que ele quer, tem que fazê-lo e estar pronto para lidar com a situação", afirmou Kaká em entrevista ao jornal italiano "Gazzetta dello Sport".

"Sempre existe muita pressão sobre ele. No Brasil, é incrível, se fala do seu rendimento, da sua categoria, mas também do seu penteado, das malas que carrega. É um grande jogador, mas também uma celebridade, e não é fácil conduzir tudo isso", acrescentou.

O ex-jogador de São Paulo, Milan, Real Madrid e Orlando City considerou, além disso, que ainda não é hora de comparar Neymar com grandes lendas do futebol brasileiro.

"É cedo para falar. Neymar tem 26 anos e está chegando à idade de amadurecimento. É um dos candidatos para ganhar o Bola de Ouro nos próximos anos porque está crescendo", disse o vencedor da honraria em 2007, último ano antes de Cristiano Ronaldo e Messi dominarem o prêmio.

"Messi e Cristiano Ronaldo, por razões de idade, passarão por uma queda física. Mas não se pode dizer quando ocorrerá. Cristiano tem 33 anos e é uma surpresa positiva, é um privilégio ver o que ele faz no campo", analisou.

Perguntado sobre a Copa do Mundo, Kaká não se deixou contaminar pelas más atuações da seleção brasileira e acredita no hexacampeonato.

"Brasil está no caminho correto. Contra a Sérvia (terceiro jogo no grupo F), será possível ver se Brasil está no auge ou ainda não, mas depois do segundo tempo com a Costa Rica (vitória com dois gols nos acréscimos) tenho confiança", finalizou o campeão mundial de 2002.

Mais Esporte