Topo

Esporte

Osorio elogia México após boas atuações: "Talvez seja a melhor geração"

26/06/2018 14h47

Ecaterimburgo (Rússia), 26 jun (EFE).- O técnico do México, Juan Carlos Osorio, opinou nesta terça-feira, véspera da partida decisiva contra a Suécia, pela última rodada da fase de grupos, que a boa campanha mexicana até o momento na Copa do Mundo não é surpreendente e que esta pode ser a "melhor geração da história" do país.

"Quando chegamos à Rússia, o único questionado era eu. A equipe sempre foi uma grande seleção. Temos jogadores importantes e talvez seja a melhor geração da história, não me surpreende o que foi possível até o momento", considerou o treinador em entrevista concedida no Estádio Central de Ecaterimburgo.

O México chega à terceira rodada como líder do grupo F, com seis pontos, e pode se classificar para as oitavas de final com um simples empate ou até mesmo perdendo para a Suécia, neste caso desde que a Coreia do Sul não perca para a Alemanha.

"Foi e segue sendo construída uma equipe capaz de competir e disputar cada bola. Com a Alemanha o time teve coragem de jogar de igual para igual contra a campeã campeão e contra a Coreia do Sul mostrou determinação. Em ambos os jogos pressionamos durante os 90 minutos, como obriga um torneio dessa categoria", analisou.

Otimista em relação à briga pela classificação - apenas uma combinação de vitórias de Alemanha e Suécia eliminará o México -, Osorio afirmou que a seleção mexicana crescerá se avançar em um grupo tão competitivo.

"Amanhã será outra grande oportunidade. Esperamos dar outro passo além, seguir nos consolidando como equipe e mostrar o que o México é capaz de fazer no mundo do futebol. Nossos jogadores sempre entram em campo pelos três pontos", respondeu o colombiano, ex-técnico do São Paulo.

Ao analisar o time da Suécia, o treinador elogiou a solidez da defesa adversária e disse esperar uma partida complicada na quarta-feira.

"A Suécia tem uma grande equipe, na qual se destacam na zaga Lindelöf e Granqvist, muito consolidada e com excelente jogo aéreo. Depois tem Ekdal e Larsson, que protegem muito bem a defesa, e Toivonen e Berg na frente, um time muito competitivo. Vai ser uma partida muito difícil", explicou.

México e Suécia se enfrentarão nesta quarta-feira, às 11h (horário de Brasília), no Estádio Central de Ecaterimburgo. Ao mesmo tempo, a Arena Kazan receberá o duelo entre Coreia do Sul e Alemanha.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte