Topo

Esporte

Goleiro reserva da França diz que Argentina é muito mais do que Messi

27/06/2018 15h44

Moscou, 27 jun (EFE).- "Messi não vai estar sozinho no gramado", disse nesta quarta-feira o goleiro reserva da França, Steve Mandanda, projetando o duelo entre os 'Bleus' e a Argentina pelas oitavas de final da Copa do Mundo.

Depois de ganhar uma chance no empate sem gols entre França e Dinamarca na última rodada da fase de grupos, Mandanda cederá o lugar debaixo das traves ao titular, Hugo Lloris. Mas o goleiro do Olympique de Marselha diz que a seleção errará se focar apenas em marcar o craque do Barcelona.

"É um dos melhores do mundo e o melhor da Argentina, é normal que se fale muito dele. Mas ele não é o único. O perigo pode vir por muitos lados", afirmou o jogador.

"Não há forma de pará-lo se ele está em um dia bom, mas acredito que a receita passa por uma defesa compacta, com as linhas juntas", disse o goleiro, que provou o amargo sabor de enfrentar Messi no último jogo entre as duas seleções, há nove anos.

Na época, a 'Albiceleste' era dirigida por Diego Maradona. Messi marcou e saiu aplaudido do estádio Velodrome, em Marselha, ao comandar o triunfo por 2 a 0 sobre os franceses.

"Não fiz uma boa partida, e Messi foi brilhante", lembrou.

A França, porém, conhece bem o craque e a Argentina. Alguns dos companheiros de seleção jogam com Messi no Barcelona, o zagueiro Samuel Umtiti e Ousmane Dembélé. Muitos outros enfrentaram o artilheiro argentino outras vezes.

"Sabemos o que nos espera e temos meios para resistir", frisou.

Antes da definição do grupo D, os franceses haviam afirmado que preferiam enfrentar a Argentina do que a Croácia, que apresentou um melhor futebol durante as três primeiras rodadas da Copa. Com o adversário decidido, o discurso de respeito domina as declarações.

Além dos comentários sobre a adversária, Mandanda reconheceu que a França também não fez boas atuações na fase de grupos apesar da classificação como primeira colocada do grupo C.

"Sabemos que até agora não apresentamos um grande futebol e que para vencer teremos que elevar o nosso nível. Mas também é certo que jogamos contra equipe se fechavama trás e esperamos que contra a Argentina será uma partida mais aberta", disse o goleiro.

"Nós também estamos decepcionados, como os torcedores, sabemos que podemos fazer muito mais e vamos tentar", completou.

Perguntado sobre quem vencerá o duelo entre Messi e Antoine Griezmann, Mandanda respondeu sem hesitar que acredita no atacante do Atlético de Madrid.

"Temos plena confiança nele. Está passando um momento difícil, da mesma forma que a equipe, mas ele vai se restabelecer. É um grande jogador e vai fazer a diferença", afirmou o goleiro, que também enviou uma mensagem para a Argentina.

"Também não temos só Antoine. Que ninguém esqueça de Kylian (Mbappé) e Olivier (Giroud)", afirmou.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte