Topo

Esporte

Osorio diz que será difícil que adversários repitam atuação da Suécia

27/06/2018 14h37

Ecaterimburgo (Rússia), 27 jun (EFE).- O técnico do México, Juan Carlos Osorio, afirmou nesta quarta-feira, após a derrota por 3 a 0 para a Suécia, resultado que ainda assim classificou as duas seleções para as oitavas de final da Copa do Mundo, que será difícil que um adversário repita a atuação dos suecos hoje.

"Cada jogo tem uma história diferente e qualquer rival não vai jogar como a Suécia jogou hoje. Tudo é relativo, mas a partida hoje nos ensinou. Agora os nossos três próximos rivais serão totalmente diferentes do jogo de hoje", disse Osorio em entrevista coletiva.

"Um cartão aos 15 segundos, a mais rápida em toda a história dos Mundiais, foi, para mim, devastador. Foi desnecessário", afirmou.

Depois de vencer a Alemanha e a Coreia do Sul nas duas primeiras rodadas, o México foi batido com facilidade pela Suécia hoje. O resultado só não desclassificou a 'Tri' porque os atuais campeões mundiais tropeçaram diante dos sul-coreanos e estão fora da Copa.

Apesar de elogiar o adversário pelo triunfo, Osorio afirmou que não viu nenhum destaque individual na Suécia.

"Seu melhor trunfo é o coletivo, competem com o que têm de melhor: são todos mais altos que os meus jogadores. Mas, do ponto de vista técnico, não acho que são melhores do que nós", afirmou.

"Foi duro mentalmente chegar com seis pontos e não estar classificado. Hoje meu pecado foi ser purista demais", reconheceu Osorio.

Com o segundo lugar do grupo F, atrás da Suécia, o México enfrenta nas oitavas de final quem ficar com a primeira colocação do grupo F, posto disputado por Brasil, Sérvia e Suíça.

Mais Esporte