Topo

Esporte

Subaproveitado no Barça, Mina é elogiado por Pékerman: "Será um dos grandes"

27/06/2018 11h46

Samara (Rússia), 27 jun (EFE).- O técnico da Colômbia, José Pékerman, disse estar "confiante" que Yerry Mina, ex-Palmeiras e jogador do Barcelona desde o início deste ano, será "um dos grandes zagueiros do mundo".

"Mais que potencial, Yerry já é uma realidade. No entanto, precisa da ambientação lógica de qualquer clube, é normal. Não tenho nenhuma dúvida que vai ter o nível que demonstrou no último jogo da seleção colombiana. Estou confiante. Yerry terá um lugar importante dentro do futebol", disse o treinador nesta quarta-feira, em entrevista coletica na cidade de Samara.

Após se destacar no clube paulistano, Mina assinou um contrato de cinco temporadas com o Barça em janeiro. No entanto, o zagueiro recebeu poucas oportunidades nos seis primeiros meses na nova casa.

"Sendo um jogador fundamental no Brasil e tendo muitas propostas, escolheu ir para o Barcelona pensando que a situação lá seria outra. Passou por um momento difícil e assim chegou a este etapa da Copa. Nós o recebemos assim e nunca duvidamos dele, nunca duvidamos da sua capacidade. Para mim, será um dos grandes zagueiros do mundo", declarou.

Pékerman lamentou o "momento difícil" vivenciado por Mina com a camisa do clube catalão. O zagueiro foi um dos mais criticados na derrota de 5 a 4 para o Levante na penúltima rodada do Campeonato Espanhol, resultado que tirou a invencibilidade do Barcelona, que já havia garantido o título.

"Ele vinha de um momento difícil. O Barcelona perdeu a invencibilidade para o Levante e ele jogou em um momento que parecia favorável para a equipe, mas foi assim. A equipe já estava coroada com o título, mas houve muita pressão sobre a invencibilidade e Mina teve uma atuação diferente das que estamos acostumados a ver dele", comentou.

"Foi afetado por uma partida ruim da equipe e levou muitos gols de um clube que normalmente não faz muitos gols. Isso o afetou", acrescentou.

Mina foi um dos principais jogadores da Colômbia na vitória por 3 a 0 sobre a Polônia no domingo passado, pela segunda rodada do grupo H, na Kazan Arena, ao anular o atacante Robert Lewandowski e marcar de cabeça o gol que abriu o placar da partida.

Mais Esporte