Topo

Esporte

Técnico da Coreia do Sul admite sentimentos opostos após vitória e eliminação

27/06/2018 14h46

Kazan (Rússia), 27 jun (EFE).- O técnico da seleção sul-coreana, Shin Tae-Yong, admitiu nesta quarta-feira que deixa a Copa do Mundo com sentimentos opostos, feliz pela vitória sobre a Alemanha por 2 a 0, na última rodada do grupo F, mas triste pela eliminação.

"Não nos classificamos, mas ganhamos da Alemanha, que é a melhor equipe do mundo. Acho que podemos seguir nos desenvolvendo e progredir no futuro. Temos que analisar os três jogos e nos preparar melhor", avaliou o comandante.

"Me sinto bem, satisfeito, mas, também um pouco vazio. Ontem, disse que só tínhamos 1% de chances de vencer a Alemanha, por isso, falei aos meus meninos que lutassem até o fim, que dessem tudo", completou Tae-Yong.

Sempre bem-humorado, o técnico sul-coreano brincou ao ser questionado sobre as estratégias que pensou para a partida.

"Como ganhamos, posso dizer que tudo funcionou conforme o planejado", afirmou.

Tae-Yong admitiu que colocou a Coreia do Sul para buscar uma bola, se aproveitando da tensão alemã, que entrou em campo precisando da vitória para se classificar - a seleção asiática tinha chances, mas dependia que o México batesse a Suécia, o que não aconteceu.

"Sabíamos que eles teriam o controle da bola, mas que alguma chances nós teríamos. Eles precisavam muito mais da vitória, assim, disse a meus meninos que aproveitassem as oportunidades", concluiu o técnico.

Mais Esporte