Topo

Esporte

Trump brinca e diz que CR7 perderia eleição contra o presidente de Portugal

27/06/2018 19h46

Washington, 27 jun (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, brincou nesta quarta-feira com o presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, e uma hipotética disputa eleitoral entre ele e o craque Cristiano Ronaldo.

Em visita a Washington, Rebelo de Sousa conversou com Trump sobre a Copa do Mundo, um diálogo que terminou como uma clara mostra do contraste entre a cultura política dos dois países.

Rebelo de Sousa pediu a Trump para comentar com o presidente da Rússia, Vladimir Putin, anfitrião da competição, que o Portugal ainda está vivo no Mundial e quer vencê-lo.

"Não se esqueça que Portugal tem o melhor do mundo, que se chama Cristiano Ronaldo", afirmou o presidente do país no início da reunião com Trump na Casa Branca.

Pouco antes, o presidente americano tinha revelado que seu filho mais novo, Baron, gosta muito de futebol e de Copa do Mundo. Sem entender muito do mundo da bola, Trump perguntou se Cristiano está bem no torneio e disse estar "impressionado" com o craque.

"Ele é o melhor do mundo", respondeu Rebelo de Sousa.

Foi quando Trump replicou e emendou a resposta antes mesmo de Rebelo de Sousa ter a oportunidade de responder: "Então, Cristian (sic) será candidato à presidência contra o senhor? Ele não ganharia. O senhor sabe que não", disse o republicano.

Educadamente, Rebelo de Sousa tocou o braço de Trump e disse que "Portugal não é exatamente como os EUA". A conversa futebolística seguiu com o presidente americano dizendo que a Rússia está "fazendo um trabalho fantástico" como anfitrião da Copa do Mundo.

"É emocionante, inclusive se você não é fã de futebol. Eu sou um pouco fã de futebol, mas não tenho muito tempo", disse Trump, afirmando que não torce para nenhuma seleção.

A agenda do encontro entre Trump e Rebelo de Sousa tinha como pauta o comércio, a imigração e a cúpula da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), que será realizada em julho, em Bruxelas.

Esta foi a primeira visita de um presidente de Portugal à Casa Branca desde 2011.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte