Topo

Esporte

Sem perder tempo, Tite estuda seleção mexicana durante voo rumo a Sochi

28/06/2018 13h50

Sochi (Rússia), 28 jun (EFE).- O técnico Tite e seus auxiliares começaram a avaliar já na madrugada desta quinta-feira o México, próximo adversário da seleção brasileira na Copa do Mundo, durante o voo que a levou de Moscou, onde venceu ontem a Sérvia por 2 a 0, para Sochi, cidade em que ficará concentrada até o confronto em Samara.

As informações sobre o estilo de jogo da seleção comandada pelo técnico Juan Carlos Osorio foram fornecidas pelo Fluminense, em uma estratégia montada pela comissão técnica de Tite, na qual os principais clubes brasileiros contribuíram analisando os potenciais rivais da seleção na Copa do Mundo.

"É uma forma de conhecer profundamente o México com um acompanhamento pontual, para que possamos traçar estratégias. Desta forma, chegamos bem preparados para a partida", explicou o técnico na entrevista coletiva pós-jogo.

Brasil e México já se enfrentaram quatro vezes em Copas do Mundo, e o histórico é favorável para os brasileiros. No jogo de abertura da Copa de 1950, os anfitriões golearam os mexicanos por 4 a 0 no Maracanã. Quatro anos depois, na Suíça, uma nova goleada brasileira em cima da "Tri": 5 a 0, na fase de grupos.

Em 1962, no Chile, Pelé e Zagallo marcaram os dois gols da vitória brasileira por 2 a 0, de novo na fase de grupos. E o último encontro aconteceu em 2014, quando as duas seleções empataram em 0 a 0 no segundo jogo de ambas pela primeira fase.

Os jogadores brasileiros ganharam folga hoje e voltarão a treinar amanhã em Sochi. Brasil e México decidirão a vaga para as quartas de final na próxima segunda-feira, às 11h (horário de Brasília), na Cosmos Arena, em Samara.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte