Topo

Esporte

Bolt treina com time australiano e quer ser tratado como um jogador a mais

Peter Lorimer/AFP
Usain Bolt treina com o Central Coast Mariners Imagem: Peter Lorimer/AFP

21/08/2018 06h45

O ex-velocista jamaicano Usain Bolt, oito vezes campeão olímpico, realizou nesta terça-feira seu primeiro treinamento com o Central Coast Mariners, time da A-League, a liga australiana de futebol.

Em entrevista coletiva ao lado do técnico Mike Mulvey, Bolt reconheceu que "o primeiro dia de treinamentos é sempre o mais duro", mas se mostrou predisposto "a trabalhar".

Coincidindo com seu aniversário de 32 anos, o jamaicano afirmou que o seu propósito é que o "Central Coast Mariners se sinta orgulhoso" dele.

"A recepção foi muito calorosa. Todos me deram muito amor e me sinto muito respeitado", disse.

O recordista mundial prometeu devolver aos torcedores "o melhor" de si. "Eles fazem com que o esporte seja o que é. Algumas vezes, as pessoas só querem ter uma conversa, portanto podem se sentir livres e me dizer 'olá'", manifestou.

Realizando testes na equipe australiana, Bolt confia que pode realizar seu sonho em se tornar jogador de futebol, após treinar no Borussia Dortmund, Mamelodi Sundowns-AFS e Stromsgodset-NOR.

Sua estreia pelos Mariners pode acontecer no próximo dia 31. "Será uma decisão dos treinadores. Eu estou aqui para fazer o meu melhor. Vamos ver se tenho a minha chance", afirmou.

Usain Bolt também pediu para "ser tratado como um dos meninos, como um jogador a mais". "O treinador explicou que não terei um tratamento especial", disse.

Por sua vez, Mike Mulvey afirmou que os membros do clube estão "felizes" por Usain Bolt ter escolhido o Central Coast Mariners para jogar futebol.

Mais Esporte