Topo

Esporte


Em meio a crise, presidente interino da federação uruguaia renuncia

Getty Images
Imagem: Getty Images

Da EFE, em Montevidéu (Uruguai)

2018-08-25T16:59:00

25/08/2018 16h59

Edgar Welker, presidente interino da Associação Uruguaia de Futebol (AUF), renunciou ao cargo após considerar que esgotou os esforços para encontrar uma saída para a intervenção na entidade anunciada pela Fifa na terça-feira.

Welker, que herdou o posto após a renúncia de Wilmar Valdez em julho devido a um grande escândalo que comprometia sua gestão, confirmou a decisão de sair a federação à Agência Efe.

"Continuei alguns dias a mais diante desta injusta sanção contra a AUF. Fiz as gestões para evitar essa mancha histórica. Fizemos um esforço com a Fifa, com a Conmebol. Encontramos uma saída, mas os clubes não aceitaram", explicou Welker.

O dirigente uruguaio se reuniu na semana passada com o presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez. No encontro, Welker pediu que a Fifa desistisse da intervenção se a AUF conseguisse aprovar de forma urgente um novo estatuto para o futebol local.

No entanto, os clubes uruguaios rejeitaram a alternativa por nove votos contrários e oito favoráveis realizada ontem em Montevidéu. Com o fracasso da proposta, Welker decidiu pela renúncia.

Monserrat Jímenez, da Conmebol, e Jair Bertolini, da Fifa, chegam ao Uruguai na segunda-feira para assumir o comando da AUF.

Mais Esporte