Topo

Esporte

Tóquio 2020 se alia a Bill Gates por desenvolvimento sustentável global

Toshifumi KITAMURA / AFP
Imagem: Toshifumi KITAMURA / AFP

09/11/2018 16h42

Tóquio, 9 nov (EFE).- O empresário americano Bill Gates fez nesta sexta-feira (9) um pedido para que se invista de forma generosa em prol de um desenvolvimento sustentável global e da continuação de quebras de recordes sociais, na apresentação de um novo projeto da sua fundação com o comitê organizador dos Jogos Olímpicos de 2020, em Tóquio.

"Os países desenvolvidos devem continuar investindo generosamente, de fato, inclusive mais generosamente do que atualmente para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas para combater a pobreza e as doenças", disse o cofundador da Microsoft durante o evento realizado na capital japonesa.

A Fundação Bill & Melinda Gates e a Agência de Esportes do Japão estabeleceram o programa "Nossos Objetivos Globais", que começará em 2019 e levará atletas internacionais a colaborar com ONGs de todo o mundo pelo desenvolvimento.

"O mundo não continuará melhorando por si só. É preciso inovação e ativismo, e pessoas e instituições para fazer esse trabalho", disse Gates, que vai colaborar com financiamento e experiência através de sua fundação.

O americano falou da necessidade de perseverar para conseguir objetivos que muitos veem como "inalcançáveis" e deu como exemplo os corredores de maratona, que sempre tentam ser mais velozes. "Às vezes não estamos conscientes do que podemos fazer até que alguém bata um recorde e mostre que é possível", destacou.

Gates lembrou que, quando era criança, mais da metade da população mundial vivia na pobreza extrema, mas hoje são menos de 10%, e que a mortalidade infantil caiu mais da metade desde 1990, apesar do aumento demográfico. São mostras, defende ele, da "diferença tangível" que esses projetos proporcionam.

"Os olhos do mundo estarão voltados para Tóquio à medida que os Jogos Olímpicos se aproximem, e estou entusiasmado por estarem usando esta oportunidade para conscientizar e ser embaixadores para um mundo melhor", destacou.

Tóquio-2020 vem levantando a bandeira da sustentabilidade e, entre outras iniciativas, fabricará as medalhas usando metais reciclados. Já a Praça Olímpica será montada com madeira de todo o país, que será posteriormente devolvida e usada em outras construções, como lembrou o presidente do comitê organizador, Yoshiro Mori, presente no ato.

Mais Esporte