Topo

Esporte

Modric é eleito o melhor jogador do ano pela IFFHS; Neymar fica em quinto

Xinhua/Liu Dawei
Modric acena após receber o prêmio de Bola de Ouro da Copa do Mundo Imagem: Xinhua/Liu Dawei

Da EFE

29/11/2018 12h38

O meia croata Luka Modric, do Real Madrid, foi anunciado nesta quinta-feira pela Federação Internacional de História e Estatísticas do Futebol (IFFHS) como o melhor jogador do mundo em 2018, em votação que Neymar, do Paris Saint-Germain, fechou o 'top 5'.

O craque da última edição da Copa do Mundo venceu o pleito com 272 pontos, entre especialistas de 90 países, contra 144 do atacante argentino Lionel Messi, do Barcelona. O camisa 10 mais badalado da atualidade havia vencido o prêmio nos últimos três anos.

Modric, recentemente, também já havia sido apontado como o melhor do mundo em 2018 no The Best, realizado pela Fifa, e o melhor da Europa neste ano, pela Uefa. Além disso, liderou a lista anual Goal 50, êxitos que o colocam como principal favorito a ganhar a Bola de Ouro, entregue pela revista France Football.

Leia também:

Depois do croata e de Messi, apareceram os belgas Eden Hazard, do Chelsea, com 114 pontos; e Kevin de Bruyne, do Manchester City, com 36, e Neymar, com 18. O atacante português Cristiano Ronaldo foi apenas o décimo, com cinco pontos.

O meia brasileiro naturalizado italiano Jorginho, ex-Napoli e agora no Chelsea, fez três pontos, o meia-atacante Philippe Coutinho, do Barcelona, fez dois, e o meia espanhol Thiago Alcântara, do Bayern de Munique, filho do tetracampeão mundial Mazinho, um.

Outro prêmio anunciado hoje pela IFFHS, foi o de melhor goleiro de 2018, vencido pelo belga Thibaut Courtois, que trocou no meio do ano o Chelsea pelo Real Madrid. O jogador já havia conquistado a Luva de Ouro, na Copa do Mundo, e o The Best.

O camisa 1 anotou 181 pontos, e foi seguido pelo francês Hugo Lloris, do Tottenham, com 109, e pelo italiano Gianluigi Buffon, ex-Juventus e agora no Paris Saint-Germain, com 59. Alisson, que deixou a Roma e acertou com o Liverpool, foi sétimo, com 39. Ederson, do Manchester City, por sua vez, fez seis pontos.

Mais Esporte