Topo

Esporte

Autor de atentado a ônibus do Dortmund entra com recurso contra sentença

30/11/2018 15h18

Berlim, 30 nov (EFE).- A defesa do autor do atentado ao ônibus do Borussia Dortmund no ano passado e a promotoria da Alemanha entraram com recursos no Tribunal Supremo do país contra a sentença que o condenou a 14 anos de prisão.

Um policial e o jogador espanhol Marc Bartra ficaram feridos no atentado. A intenção do autor era derrubar as ações do Borussia Dortmund na bolsa de valores para ganhar dinheiro.

O homem confessou ter detonado os explosivos no dia 11 de abril de 2017. O ônibus do Dortmund foi atingido quando saía do hotel para o estádio para uma partida da Liga dos Campeões contra o Monaco.

No entanto, o autor afirmou que instalou a bomba de fabricação caseira de forma que não houvesse mortos no ataque.

Depois da confissão, os advogados da defesa apresentaram recurso pedindo para que o autor fosse apenas condenado por lesões corporais. Já a promotoria pediu a prisão perpétua para W., acusando de ter tentado matar as 29 pessoas que estavam no veículo.

Agora, o Tribunal Supremo da Alemanha vai revisar a sentença em busca de erros judiciais. Caso não haja, W. cumprirá a pena.

Mais Esporte