Topo

Esporte

Maradona faz críticas à Conmebol por levar final da Libertadores para Madri

ROBERT GHEMENT/EFE
Diego Maradona desqualificou as decisões do presidente da Conmebol Imagem: ROBERT GHEMENT/EFE

30/11/2018 07h00

Diego Maradona questionou nesta quinta-feira por que a Conmebol não exigiu mais segurança e marcou para o estádio do Velez Sarsfield a partida de volta da final da Taça Libertadores ao invés de transferi-la a Madri.

Leia também:

"Sabem o quanto custa isso?", se perguntou o treinador dos Dorados de Sinaloa durante uma entrevista que concedeu no México para a emissora de rádio argentina "La Red".

Maradona também desqualificou as decisões do presidente da Conmebol, o paraguaio Alejandro Domínguez, e do presidente da Associação do Futebol Argentino (AFA), Claudio Tapia.

"A verdade é que são a praga do futebol. Não estão capacitados para seus cargos. Não engulo que Domínguez venha falar do futebol do mundo. Não engulo que 'El Chiqui' Tapia venha falar de futebol", declarou o ex-capitão e ex-técnico da seleção argentina.

Maradona ainda direcionou suas críticas ao River Plate e ao seu treinador, Marcelo Gallardo, e se perguntou o que vão fazer quando tenham que voltar a jogar na Bombonera, campo do Boca Juniors.

Mais Esporte