Topo

Esporte


Juventus vence Fiorentina fora de casa e segue sobrando no Italiano

01/12/2018 19h34

(Atualiza com resultado de Sampdoria e Bologna).

Roma, 1 dez (EFE).- A Juventus passou neste sábado pela Fiorentina por 3 a 0, fora de casa, e segue tranquila na liderança do Campeonato Italiano, podendo terminar a rodada com 11 pontos de vantagem para os principais concorrentes, Napoli e Inter de Milão, que ainda não entraram em campo pela 14ª rodada.

No estádio Artemio Franchi, os visitantes marcaram com o volante uruguaio Rodrigo Bentancur, aos 31 do primeiro tempo, com o zagueiro italiano Giorgio Chiellini, aos 24 da etapa complementar, e o atacante português Cristiano Ronaldo, que balançou a rede em cobrança de pênalti, dez minutos depois.

Três brasileiros participaram do jogo, o zaguero Vítor Hugo, ex-Palmeiras, e o meia Gérson, ex-Fluminense, como titulares da Fiorentina, e o meia-atacante Douglas Costa, ex-Grêmio, que entrou na Juve no decorrer da partida. O lateral-esquerdo Alex Sandro, ex-Santos, não atuou.

Com a vitória de hoje, os atuais campeões chegaram aos 40 pontos, contra 29 do Napoli, que visitará na segunda-feira a Atalanta, e 28 da Inter de Milão, que irá amanhã até a capital para enfrentar a Roma, no Estádio Olímpico.

A Fiorentina, por sua vez, ocupa provisoriamente a décima colocação, com 18 pontos.

A Sampdoria ultrapassou neste sábado o time de Florença e conseguiu pular assim para o nono posto do campeonato, ao superar o Bologna, antepenúltimo na tabela por 4 a 1, no estádio Luigi Ferraris, em Gênova.

O atacante italiano Fabio Quagliarella marcou duas vezes na partida, que também teve gols do meia belga Dennis Praet e do meia uruguaio Gastón Ramírez para a 'Samp'. O meia italiano Andrea Poli descontou.

Mais cedo, abrindo a rodada, Spal e Empoli empataram em 2 a 2 e seguem próximos da zona de rebaixamento. O meia esloveno Jasmin Kurtic anotou os dois gols do time da casa. O atacante italiano Francesco Caputo e o meia bósnio Rade Krunic marcaram para os visitantes.

Os anfitriões atuaram quase todo o segundo tempo com um homem a menos, devido a expulsão do zagueiro brasileiro naturalizado polonês Thiago Cionek, logo aos 4 minutos. Mesmo com a desvantagem numérica, a equipe conseguiu buscar a igualdade.

Mais Esporte