Topo

Esporte

Arsenal advertirá atletas que inalaram gás do riso durante a pré-temporada

Michael Regan/FIFA via Getty Images
Ozil está no grupo dos jogadores envolvidos no caso tratado como escândalo pelo The Sun Imagem: Michael Regan/FIFA via Getty Images

07/12/2018 11h50

O Arsenal comunicou nesta sexta-feira (7) que haverá uma conversa com os jogadores que inalaram gás do riso em uma festa ocorrida no mês de agosto e que os lembrará das responsabilidades "como representantes do clube".

Segundo mostrou o jornal britânico The Sun por intermédio de um vídeo, vários jogadores do Arsenal consumiram o que parece ser óxido nitroso, substância que não é considerada ilegal na Inglaterra e popularmente conhecida como gás do riso. O caso ocorreu durante uma festa em uma boate londrina, antes do começo da temporada.

Os jogadores que aparecem no vídeo são Pierre-Emerick Aubameyang, Matteo Guendouzi, Alexandre Lacazette, Mesut Özil, Shokodran Mustafi e Sead Kolasinac. Henrikh Mkhitarian também está presente na gravação, mas sem inalar nada.

"Haverá uma conversa com os jogadores sobre este incidente e eles serão lembrados das suas responsabilidades como representantes do clube", disse o Arsenal, em comunicado divulgado horas depois da revelação.

Embora legalizado, esse gás foi desaconselhado por médicos devido aos problemas de saúde que pode ocasionar, como estados de euforia, alucinações e ataques de riso.

Se confirmada a informação do The Sun, os jogadores do Arsenal não teriam sido os primeiros a provar esta substância. Raheem Sterling foi pego consumindo o gás em 2015 e Kyle Walker fez o mesmo em 2013; ambos atuam no Manchester City.

Mais Esporte