Topo

Esporte


Especialistas da Wada voltarão a Moscou para acessar laboratório antidoping

07/01/2019 17h19

Moscou, 7 jan (EFE).- Uma equipe de três especialistas da Agência Mundial Antidoping (Wada) voltará na próxima quarta-feira à Rússia para acessar o sistema de gestão de informação e os dados analíticos gerados pelo antigo laboratório antidoping de Moscou, informou a organização em comunicado divulgado nesta segunda-feira.

Sendo assim, a Wada envia seus especialistas internacionais à capital russa outra vez, após as autoridades do país terem "resolvido" os impedimentos de visitas anteriores dos técnicos, que foram impedidos de entrar no laboratório.

A Wada havia estabelecido o dia 31 de dezembro como data limite para que a Agência Antidoping da Rússia (RUSADA) e as autoridades russas dessem aos especialistas acesso aos dados do laboratório, uma das condições impostas em setembro do ano passado à organização para reabilitar plenamente a supervisão antidoping russa.

A data limite não foi cumprida por parte da Rússia, depois que uma missão de cinco especialistas não conseguiu entrar no laboratório em uma viagem a Moscou de 17 a 21 de dezembro.

A Rússia alegou que as equipes da Wada não estavam homologadas no país, algo que "foi resolvido desde então pelas autoridades", garantiu nesta segunda-feira a organização internacional.

No dia 20 de setembro do ano passado, a Wada reabilitou sob condições a RUSADA, cuja licença foi suspensa há três anos por acusações de doping de Estado. EFE

Mais Esporte