Topo

Esporte


Federação Inglesa investiga goleiro por gesto supostamente nazista

08/01/2019 13h11

Londres, 8 jan (EFE).- A Federação Inglesa de Futebol (FA) abriu investigação contra o goleiro galês Wayne Hennessey, do Crystal Palace, por causa de um gesto, supostamente nazista, registrado em fotografia postada nas redes sociais.

Na imagem, publicada no Instagram do meia-atacante alemão Max Meyer, também jogador do time londrino, o camisa 13 é visto com a mão direita erguida e a mão esquerda sobre a boca, aparentando simular um bigode.

O goleiro, que também está sob investigação do Crystal Palace, negou qualquer tipo de apologia ao nazismo, afirmando que se tratou de uma coincidência.

"Mexi a mão e gritei para a pessoa que estava tirando a foto. Ao mesmo tempo, coloquei a mão na minha boca, para que me escutasse melhor", explicou o galês. EFE

Mais Esporte