Topo

Esporte


Müller é suspenso por 2 jogos e não enfrentará Liverpool pela Champions

2019-01-11T10:51:00

11/01/2019 10h51

Redação Central, 11 jan (EFE).- O meia-atacante alemão Thomas Müller, do Bayern de Munique, foi suspenso por dois jogos na Liga dos Campeões, no caso, os duelos das oitavas de final contra o Liverpool, por decisão da Comissão de Controle, Ética e Disciplina da Uefa.

A punição é consequência da expulsão do camisa 25 na partida com o Ajax, pela última rodada do grupo E da competição continental. O árbitro francês mostrou cartão vermelho de forma direta ao jogador, aos 30 minutos do segundo tempo, por causa de solada na cabeça do lateral-esquerdo argentino Nicolás Tagliafico.

Müller, dessa forma, não entrará em campo nas partidas contra o Liverpool, que acontecerão nos dias 19 de fevereiro, no estádio Anfield Road, na Inglaterra; e 13 de março, na Allianz Arena, na Alemanha.

Outra punição definida hoje, referente ao duelo na Johan Cruyff Arena, disputado no dia 12 de dezembro, foi a suspensão por dois jogos do zagueiro holandês Maximilian Wöber, do Ajax. O jogador foi expulso, também sem receber cartão amarelo anterior, por dura falta no meia alemão Leon Goretzka.

Com isso, o defensor está fora das partidas contra o Real Madrid, pelas oitavas de final, em 13 de fevereiro, em Amsterdã, e em 5 de março, no estádio Santiago Bernabéu, na capital espanhola.

Além disso, o Ajax foi multado em 20 mil euros (R$ 85 mil), por causa do lançamento de objetos no gramado, durante a partida com o Bayern. Já o Paris Saint-Germain terá que pagar 35 mil euros (R$ 148,6 mil), devido o acendimento de sinalizadores nas arquibancadas, incidentes entre torcedores, conduta imprópria de dirigentes e atraso no começo do jogo com o Estrela Vermelha, em 3 de outubro.

Além disso, o Milan foi multado em 5 mil euros (R$ 21,2 mil), porque torcedores utilizaram sinalizadores no jogo com o Olympiacos, na Grécia, em 13 de dezembro. Pelo mesmo jogo, a equipe do Pireu terá que pagar 90 mil euros (R$ 382,2 mil), devido incidentes nas arquibancadas. EFE

Mais Esporte