Topo

Esporte


Primeiro piloto paraplégico a competir nas motos no Dacar abandona rali

11/01/2019 18h23

Arequipa (Peru), 11 jan (EFE).- O italiano Nicola Dutto, o primeiro piloto paraplégico a disputar a competição de motos do Rali Dacar, abandonou a competição nesta sexta-feira por não conseguir completar todo o percurso da quarta etapa, disputada hoje.

Dutto se aventurou no rali com uma moto modificada. Uma estrutura tubular o mantinha erguido no veículo e ele era acompanhado por três companheiros, em uma espécie de escolta, que o auxiliavam em pontos complicados do percurso ao longo do território do Peru.

As escoltas de Dutto eram os motociclistas espanhóis Pablo Torral, Julián Villarrubia e Víctor Rivera. No entanto, a moto de Rivera quebrou e ele também não conseguiu completar a quarta etapa.

Além disso, no percurso da quarta etapa, entre Arequipa e Moregua, os pilotos não podiam receber ajuda mecânica.

O Dacar 2019 é a primeira edição do rali a ser realizada em um só país, o Peru. A última das 10 etapas acontecerá no próximo dia 17, quando os competidores concluirão um percurso de 5.000 km, sendo 3.000 km cronometrados. EFE

Mais Esporte