Topo

Libertadores - 2019


Chancelaria do Uruguai acompanha situação de torcedores presos no Brasil

Silvia Ribeiro/UOL
Torcedores do Peñarol foram detidos após assaltarem e agredirem rubro-negros Imagem: Silvia Ribeiro/UOL

em Montevidéu (Uruguai)

2019-04-19T21:23:57

19/04/2019 21h23

O Ministério das Relações Exteriores do Uruguai divulgou hoje (19) que segue acompanhando a situação dos três torcedores do Peñarol que foram presos no Rio de Janeiro no último dia 3, pouco antes do jogo contra o Flamengo, no Maracanã, pela Copa Libertadores.

De acordo com o comunicado emitido pelo órgão, o motivo do envolvimento é assegurar as garantias processuais do trio, que está cumprindo prisão preventiva e aguardando julgamento.

O texto do Ministério das Relações Exteriores garante que os três contam com advogados contratados pelas famílias, que ontem apresentaram a argumentação de defesa. Além disso, o Consulado Geral do Uruguai no Rio tem mantido contato com os presos.

Ainda segundo as informações divulgadas pela Chancelaria, durante uma viagem de familiares ao Brasil foi realizada uma videoconferência com diversas entidades para discutir a situação do trio.

Os torcedores fizeram parte de um grupo de 151 uruguaios presos no bairro do Leme, na zona sul do Rio, durante uma confusão com torcedores do Flamengo. A briga ocorreu horas antes do jogo, que teve vitória do Peñarol por 1 a 0, em pleno Maracanã. Uma pessoa ficou gravemente ferida.