Topo

Esporte


City bate Tottenham 3 dias após queda na Champions e assume ponta no Inglês

20/04/2019 16h19

(Atualiza com o resultado dos cinco jogos disputados à tarde).

Londres, 20 abr (EFE).- Apenas três dias após ser eliminado da Liga dos Campeões pelo Tottenham em um eletrizante duelo pelas quartas de final, o Manchester City voltou a enfrentar o time londrino como anfitrião no Etihad Stadium, mas pelo Campeonato Inglês, venceu por 1 a 0 e retomou a liderança da competição.

Na partida abriu a 35ª rodada, o único gol foi marcado pelo jovem Phil Foden, de 18 anos, aos quatro minutos do primeiro tempo. Com a vitória, os 'Citizens' chegaram a 86 pontos, um a mais que o Liverpool, que amanhã enfrentará o Cardiff fora de casa. Já o Tottenham estacionou em terceiro lugar, com 67 pontos, e pode acabar ultrapassado por Arsenal e Chelsea, ambos com 66.

Considerando o duelo no País de Gales, os 'Reds' ficarão com um jogo a mais na tabela do que a equipe dirigda por Josep Guardiola, cujo compromisso adiado contra o rival Manchester United, pela 31ª rodada, será realizado na próxima quarta-feira.

A vitória de hoje foi fundamental para os planos do City de amenizar a tristeza da torcida em função da amarga eliminação na Champions no qual o sistema de arbitragem de vídeo foi decisivo em dois lances. Na última quarta, o time bateu o Tottenham em casa por 4 a 3, mas ficou sem a vaga nas semifinais devido ao critério de gols marcados como visitante - na partida de ida, em Londres, o Tottenham venceu por 1 a 0.

Em relação ao jogo anterior contra os 'Spurs', Guardiola fez duas mudanças no time titular, colocando, além de Foden no lugar de David Silva no meio, os defensores John Stones e Oleksandr Zinchenko nas posições dos poupados Vincent Kompany e Benjamin Mendy.

Já o técnico Mauricio Pocchetino pôs em campo um Tottenham muito mais defensivo do que o que conseguiu a incrível classificação no torneio continental. O argentino montou uma linha de cinco defensores, com Ben Davies e Juan Foyth como laterais e Davinson Sánchez, Toby Alderweireld e Jan Vertonghen na zaga.

Mas a ideia de segurar o ímpeto dos anfitriões veio abaixo com apenas quatro minutos de partida. Bernardo Silva encontrou um espaço e cruzou. No segundo pau, Agüero desviou de cabeça, e Foden completou para o fundo da rede.

A partir daí, o Tottenham teve que se lancer à frente para chegar ao empate, mas, nas chances que teve, as desperdiçou nos pés de Heung-min Son, Christian Eriksen e o brasileiro Lucas Moura - na mais clara delas, cara a cara com o goleiro compatriota Ederson.

O outro brasileiro presente em campo hoje foi o volante Fernandinho, que entrou no segundo tempo no lugar do meia belga Kevin de Bruyne, que sentiu dores musculares.

O sábado foi de mudança também na sétima posição, que pode render vaga na Liga Europa, se os 'Citizens' conquistarem a Copa da Inglaterra. Curiosamente, o time que alcançou o posto foi o Watford, outro finalista do torneio doméstico.

O time do goleiro Gomes, que passou 90 minutos no banco de reservas, passou pelo já rebaixado Huddersfield, fora de casa, por 2 a 1. O nome da partida foi o atacante espanhol Gerard Deulofeu, que balançou a rede duas vezes. O atacante inglês Karlan Grant descontou.

Com a vitória, o Watford chegou aos 49 pontos e agora ocupa a posição que era do Leicester. Os 'Foxes' estão em oitavo, depois de empatarem com o West Ham, em Londres, em 2 a 2. O meia-atacante inglês Michail Antonio e o atacante espanhol Lucas Pérez marcaram para os 'Hammers'. O atacante inglês Jamie Vardy e o meia inglês Harvey Barnes fizeram os gols dos visitantes.

O Wolverhampton poderia ter saltado para o sétimo lugar, mas, acabou chegando aos 48 pontos e descendo para a nona colocação, devido a igualdade sem gols com o Brighton. Amanhã, o Everton terá a chance de subir na tabela e ocupar a posição do Watford, se passar pelo Manchester United, em casa.

Ainda neste sábado, o Newcastle, praticamente, zerou as chances de cair para a segunda divisão, ao derrotar o Southampton por 3 a 1, dentro de seus domínios. O meia-atacante espanhol Ayoze Pérez desequilibrou para os 'Magpies', ao balançar a rede três vezes. Os visitantes, que estão apenas cinco pontos acima da zona de rebaixamento, descontaram com o meia gabonês Mario Lemina.

Já o Fulham, que já teve o descenso decretado, superou o Bournemouth por 1 a 0, na casa do adversário. O gol solitário do jogo foi marcado pelo atacante sérvio Aleksandar Mitrovic, de pênalti, aos 8 minutos do segundo tempo. EFE

Mais Esporte