Topo

Esporte


Juventus vence Fiorentina e é campeã italiana pela 8ª vez consecutiva

20/04/2019 18h41

(Atualiza com o resultado de Inter de Milão e Roma).

Roma, 20 abr (EFE).- A Juventus venceu neste sábado a Fiorentina por 2 a 1, em casa, e garantiu a conquista matemática do título do Campeonato Italiano, o oitavo consecutivo, o 35º na história do clube e o primeiro depois da chegada do atacante português Cristiano Ronaldo.

O badalado camisa 7 passou em branco no jogo, em que o time 'bianconero' precisava de um empate, mas, aos 7 do segundo tempo, cruzou bola para a área que o zagueiro argentino Germán Pezzella desviou para a própria rede, dando números finais ao duelo.

Antes disso, aos 6 da etapa inicial, o zagueiro sérvio Nikola Milenkovic abriu o placar para os visitantes. O gol de empate da Juve veio pouco depois, ainda antes do intervalo, aos 37, com o lateral-esquerdo Alex Sandro, que marcou pela primeira vez na temporada.

O outro brasileiro do elenco do time de Turim, o meia-atacante Douglas Costa, não foi relacionado mais uma vez para a partida. Na Fiorentina, o meia Gerson entrou em campo no decorrer da etapa complementar, enquanto o zagueiro Vitor Hugo não saiu do banco de reservas.

Com a vitória, a Juventus, que vinha de derrota para o Ajax, que decretou a queda nas quartas de final da Liga dos Campeões, chegou aos 87 pontos, contra 67 do Napoli, que receberá na segunda-feira a Atalanta. A equipe do sul da Itália, tem mais seis jogos restantes e não poderá mais alcançar o concorrente.

A série 'bianconera' de títulos, iniciada na temporada 2011-2012 supera assim a estabelecida pelo Lyon, entre 2001-2002 e 2007-2008 e se torna de maneira isolada a maior nas primeiras divisões de Itália, França, Alemanha, Espanha e Inglaterra.

Nem mesmo em Holanda e Portugal, duas ligas importantes do Velho Continente, houve time oito vezes campeão em seguida. O recorde mundial, atualmente, é dividido entre o Skonto Riga, que ganhou o Campeonato Letão 14 vezes, entre 1991 e 2004, e o Lincoln, que dominou o Campeonato Gibraltariano entre 2003 e 2016.

Derrotada, a Fiorentina segue com 40 pontos, ocupando agora a 11ª posição. Com o revés, os 'Violas' ficam, praticamente, sem chances de alcançar vaga continental na próxima temporada atavés do Italiano.

A equipe, que está nas semifinais da Copa da Itália, encarando a Atalanta - no primeiro jogo, empataram em 3 a 3, em Florença, está 13 pontos distante, justamente, do time de Bérgamo, que é o sexto colocado do campeonato.

No último jogo do dia pela competição, Inter de Milão e Roma ficaram no empate em 1 a 1, em resultado bom para o Milan, que tropeçou mais cedo no Parma, mas segue na zona de classificação para a Liga dos Campeões.

O placar da partida disputada no estádio San Siro foi aberto pelos visitantes, ao 14 do primeiro tempo, em belo gol do atacante italiano Stephan El Shaarawy. A igualdade para os 'nerazzurri' veio aos 16 da etapa complementar, quando o atacante croata Ivan Perisic marcou de cabeça.

O único brasileiro a atuar na partida foi o zagueiro Juan Jesus, que ficou 90 minutos em campo pela Roma, que teve no banco o goleiro Daniel Fuzato. A Inter, por sua vez, contou com o zagueiro Miranda e o lateral-esquerto Dalbert entre os suplentes.

Com o resultado obtido em casa, a equipe de Milão chegou aos 61 pontos, seis a menos que o Napoli, vice-líder da competição, que receberá a Atalanta nesta segunda-feira, no encerramento da 33ª rodada.

A Roma, por sua vez, desperdiçou a chance de entrar no grupo dos quatro primeiros colocados, que garantem vaga na próxima edição da Liga dos Campeões. O time da capital tem 55 pontos, um a menos que o Milan

Os 'Rossoneros' empataram com o Parma fora de casa em 1 a 1, na partida que marcou a abertura da 33ª rodada do Italiano e chegou a três partidas sem vencer como visitante, mantendo aberta a briga pelas duas últimas vagas na Liga dos Campeões.

No jogo disputado no estádio Ennio Tardini, apenas três minutos após entrar em campo no segundo tempo no lugar do lateral Andrea Conti, o meia espanhol Samu Castillejo, abriu o placar de cabeça, aos 24.

O Parma chegou ao empate com um belo gol de falta do veterano zagueiro português Bruno Alves no fim da partida, aos 42 minutos. Após a cobrança do jogador de origem brasileira, de 37 anos, a bola passou por cima da barreira e morreu no fundo da rede, à direita do goleiro Gianluigi Donnarumma, que só observou.

O jogo marcou o retorno do meia Lucas Paquetá a lista de relacionados pelo técnico da equipe de Milão, Gennaro Gattuso. O ex-Flamengo, que se recuperou de lesão no tornozelo direito, passou os 90 minutos no banco de reservas.

Com o tropeço, o Milan chegou a 56 pontos e ainda pode perder a quarta posição para a Atalanta, que tem 53, pode chegar à mesma pontuação do time 'rossonero' caso derrote o Napoli fora de casa na segunda-feira, no encerramento da rodada.

O Parma, por sua vez, segue na 14ª posição, agora com 36 pontos, sete a mas que o Empoli, que está na antepenúltima posição, dentro da zona de rebaixamento.

A Lazio teve ótima chance para se aproximar do Milan e embolar a briga pelas duas últimas vagas na Liga dos Campeões e as duas ou três da Liga Europa, mas, acabou derrotada pelo Chievo por 2 a 1, em pleno Estádio Olímpico, em Roma.

Os donos da casa ficaram com um homem a menos aos 34 do primeiro tempo, quando o volante sérvio Sergej Milinkovic-Savic foi expulso de maneira direta. Na etapa final, aos 4, o meia italiano Emanuel Vignato colocou os visitantes na frente, e, aos 6, o volante finlandês Perparim Hetemaj ampliou.

O atacante equatoriano Felipe Caicedo descontou aos 22 para a Lazio, que segue estacionado na marca de 52 pontos, agora no oitavo lugar, fora da zona de classificação para competições continentais. O Chievo, por sua vez, alcançou apenas a segunda vitória na temporada.

O Torino pulou para o sétimo lugar ao vencer o Genoa, 15º, por 1 a 0, em pleno estádio Luigi Ferraris. O gol solitário da partida foi anotado pelo lateral-esquerdo argentino Cristian Ansaldi, aos 13 minutos do segundo tempo.

A Sampdoria, por sua vez, diminuiu ainda mais as chances de se garantir em competições continentais na próxima temporada, ao perder para o ameaçado Bologna por 3 a 0, fora de casa. O zagueiro italiano Lorenzo Tonelli, contra, o volante chileno Erick Pulgar e o atacante italiano Riccardo Orsolini marcaram os gols do jogo.

O Cagliari, praticamente, se livrou da ameaça de queda para a segunda divisão, ao vencer o vice-lanterna, Frosinone, por 1 a 0, em seus domínios. O gol do meia-atacante brasileiro João Pedro, ex-Atlético Mineiro, aumentou o alívio do clube da Sardenha e deixou os visitantes ainda mais perto do rebaixamento.

A Spal também conseguiu importante vitória, ao passar pelo Empoli por 4 a 2, fora de casa. Já a Udinese arrancou empate com o Sassuolo em 1 a 1, na Dacia Arena, e aumentou a distância para o Z-3 do Campeonato Italiano para quatro pontos. EFE

Mais Esporte