Topo

Esporte


Mercedes vai até o Azerbaijão de olho em manter o domínio na temporada da F-1

25/04/2019 12h21

Redação Central, 25 abr (EFE).- A Fórmula 1 desembarca no Azerbaijão neste fim de semana, para corrida nas ruas de Baku, em que a Mercedes tentará manter o domínio na temporada, em que já venceu três vezes e tem o britânico Lewis Hamilton e o finlandês Valtteri Bottas nos dois primeiros lugares da tabela.

Vencedor dos últimos dois Grandes Prêmios, no Bahrein e China, o cinco vezes campeão lidera com 68 pontos, seis a mais que o companheiro, que cruzou em primeiro na Austrália. A dupla já registrou três dobradinhas na competição.

Nenhuma equipe conseguia essa sequência, colocando os dois pilotos nas mais altas posições do pódio desde o fim de 2016, quando Hamilton ganhou quatro provas seguidas, nos Estados Unidos, México, Brasil e Abu Dhabi, com o alemão Nico Roberg, que ganharia o título naquele ano, ficando em segundo.

A Mercedes também vem levando a melhor nos treinamentos, mas, sem o mesmo domínio. Na Austrália e a China, a escuderia ocupou as duas primeiras filas, com o britânico e o finlandês na ponta, respectivamente. Já no Bahrein, a Ferrari fez 1-2, com o monegasco Charles Leclerc e o alemão Sebastian Vettel, nesta ordem.

O time do Cavalinho Rampante vai para o Azerbaijão precisando se recuperar, tendo o quatro vezes campeão mundial na quarta posição do campeonato, com 37 pontos, seguindo por uma das promessas da categoria, que vem logo atrás na tabela, com 36.

Na temporada, a Ferrari está mais em evidência pelas ordens de equipe, que impediram Leclerc de ultrapassar Vettel na Austrália, e fizeram o alemão passar na frente do monegasco na China, situações que deixaram o novato em situação desconfortável.

O holandês Max Verstappen, da Red Bull, está na terceira colocação, com 39 pontos. Curiosamente, o dono do carro número 33 só conseguiu ir uma vez ao pódio, ao chegar em terceiro na prova de abertura. Na sequência, foram dois quartos lugares.

O francês Pierre Gasly, outro piloto da escuderia anglo-austríaca, por sua vez, segue buscando melhorar o desempenho, depois de terminar em 11º, oitavo e sexto, nas primeiras provas de 2019. Em Xangai, o jovem conseguiu até a melhor volta, que rendeu um ponto extra, o levando ao sexto lugar na tabela, com 13 pontos.

Quem também deu demonstração de melhora na última etapa realizada foi o australiano Daniel Ricciardo, da Renault, que pontuou pela primeira vez, ao terminar na sétima colocação na China.

Nesta sexta-feira, os primeiros carros para a pista às 6h (de Brasília), para o TL1. Na sequência, às 10h, será a vez do segundo treino livre. No sábado, às 7h acontecerá o TL3 e às 10h a definição do grid de largada. A corrida terá início, no domingo, às 9h10. EFE

Mais Esporte