Topo

Esporte


'Quando Barça ganha, é Messi; quando perde, é Coutinho', critica Ronaldo

Xinhua/Mahmoud Khaled
Segundo brasileiro, é injusto buscar culpados na derrota do Barcelona para o Liverpool Imagem: Xinhua/Mahmoud Khaled

Da EFE, em Madri (Espanha)

2019-05-10T16:07:13

10/05/2019 16h07

Passadas as semifinais da Liga dos Campeões, Ronaldo Fenômeno, ex-jogador do Barcelona, afirmou que o ex-clube foi "engolido" pelo Liverpool, que goleou o time catalão por 4 a 0 na partida de volta e se classificou para enfrentar o Tottenham na decisão do torneio continental.

"Quando uma equipe entra muito mais motivada, com uma intensidade muito maior que a do rival, isso pode acontecer. O futebol é incrível porque é imprevisível", opinou o brasileiro em entrevista coletiva em Madri, na qual apresentou as atividades que serão organizadas pelo Banco Santander devido à final da Champions, que será disputada no dia 1º de junho no estádio Wanda Metropolitano.

De acordo com o Fenômeno, a intensidade do Liverpool não foi uma surpresa para o Barcelona, mas faltou um pouco de sorte aos catalães, que venceram o primeiro jogo por 3 a 0 no Camp Nou. "A ida foi um jogão do Barcelona, com uma atuação de gala de Lionel Messi, mas na volta o Liverpool engoliu o Barcelona em intensidade, vontade e pontaria", detalhou.

O brasileiro considerou que os jogadores do Liverpool foram a campo para a partida das suas vidas e que merecem estar na final. Segundo ele, é injusto buscar culpados na derrota do Barça, muito menos menosprezar a temporada feita pela equipe com base nessa eliminação.

"O Barcelona tem um timaço, com o melhor jogador do mundo, que é Messi. Outro dia ouvi que quando perdem é por causa de Valverde, Coutinho... Mas não do Messi. E, quando ganham, ganha o Barcelona de Messi. É uma injustiça tremenda com todos os jogadores a comissão técnica", declarou.

"Real Madrid voltará a ser forte"

Sobre o Real Madrid, do qual também é ídolo, Ronaldo considera que a equipe "fez um ano bastante regular, mas mesmo assim tem muito crédito porque ganhou quatro das últimas cinco Champions". Nesta temporada, o clube foi eliminado da Liga dos Campeões nas oitavas de final pelo Ajax, que caiu nas semifinais para o Tottenham.

"Vendo a dificuldade que é para se chegar a uma final, não é o fim do mundo ficar fora por um ano. Os torcedores do Real são muito exigentes, querem ganhar sempre, mas não é possível. Eu já dizia isso quando jogava. O Real Madrid é um elenco de vencedores. Não sei as intenções de Zidane para o próximo ano, mas desejo o melhor a ele e estaremos contentes quando o time voltar a ganhar títulos", afirmou.

Ronaldo opinou que Zinedine Zidane voltou ao comando do time porque "com o Real Madrid não é preciso nenhuma motivação, é o maior clube do mundo".

"Ele teve uma temporada bastante complicada e, obviamente, as pessoas acreditam muito nele por ter uma história incrível como treinador e como jogador. O Real Madrid voltará a ser muito forte", declarou o Fenômeno.

Mais Esporte