Topo

Esporte


Com time misto, Galo estreia na Sul-Americana com derrota

2019-05-21T23:27:00

21/05/2019 23h27

La Calera (Chile), 21 mai (EFE).- Eliminado na fase de grupos da Taça Libertadores, o Atlético-MG estreou na segunda fase da Copa Sul-Americana nesta terça-feira com um time repleto de reservas e perdeu para o Unión La Calera por 1 a 0, em partida disputada no estádio Nicolás Chahuán, no Chile.

Depois de ter feito uma primeira parte de temporada ruim, com a queda na Libertadores e o vice-campeonato estadual, com derrota para o rival Cruzeiro na final, o Galo até faz um bom começo no Brasileirão, com quatro vitórias em cinco rodadas, mas começou mal a campanha no segundo torneio interclubes mais importante da Conmebol. Em um jogo de poucas emoções, Lobos foi o único a balançar a rede.

Com o resultado na cidade de La Calera, o time dirigido por Rodrigo Santana precisará vencer o jogo de volta, daqui a uma semana, em Belo Horizonte, por dois gols de diferença, ou devolver o 1 a 0 e buscar a vaga nas oitavas de final nos pênaltis.

Devido ao desgaste da sequência de partidas nas últimas semanas, Rodrigo poupou alguns titulares da viagem à região de Valparaíso. O goleiro Victor, o volante José Welison, os meias Luan e Cazares e o atacante Ricardo Oliveira ficaram fora da relação de 21 jogadores, assim como o zagueiro Réver, que fraturou o nariz na vitória sobre o Flamengo por 2 a 1, no último sábado.

Pelo La Calera, atuaram dois jogadores com passagens por equipes brasileiras, o zagueiro Vilches, ex-Athletico Paranaense, e o atacante Walter Bou, que no passado vestiu a camisa do Vitória.

O jogo começou em ritmo lento, com pouco ímpeto ofensivo nas duas partes. A equipe anfitriã ficava mais com a bola, mas era uma posse infrutífera, com trocas de passes no campo de defesa. No ataque, um lance ocorrido aos 24 minutos refletiu o que foi o primeiro tempo: Bou arriscou de longe, errou o alvo por muito e ainda ficou sem a chuteira.

O Galo enfim levou perigo aos 28, em jogada bem trabalhada no escanteio. Nathan levantou, Adilson escorou na primeira trave e Jair cabeceou para fora. O La Calera incomodou apenas aos 41, em chute firme de Larrondo da entrada da área, mas o goleiro Cleiton, que recebeu nova oportunidade, espalmou e manteve o placar em branco até o intervalo.

A segunda etapa começou com um susto na torcida atleticana. Com menos de um minuto, Larrondo aproveitou falha de Igor Rabello, partiu livre e ficou cara a cara com Cleiton, mas chutou para fora. O Atlético teve grande chance aos 13 minutos com Nathan, que encarou a marcação e bateu de fora da área, cedendo tiro de meta. Alerrandro havia se deslocado e aparecia livre, mas o meia preferiu o arremate.

Cinco minutos depois, os donos da casa demonstraram maior eficiência e fizeram 1 a 0. Após cruzamento da direita, Lobos apareceu nas costas de Guga, subiu bem e marcou de cabeça.

Sem se acomodar, o La Calera quase fez o segundo aos 27. Bou fez fila na defesa atleticana e foi parado com falta por Igor Rabello, que levou cartão amarelo. Zúñiga cobrou por baixo da barreira e errou a meta por centímetros.

O vice-campeão mineiro apostou nas entradas de Bruninho, Terans e Maicon Bolt, mas o time chileno conseguiu manter o controle das ações e ainda esteve perto de aumentar a diferença aos 42 minutos. Lobos passou como quis por Guga e o próprio Terans e arrematou mirando o ângulo, mas Cleiton saltou bonito e encaixou.

Ficha técnica:.

Unión La Calera: Batalla; Andía, Vilches, Alvarado e Wiemberg; Laba, Leiva, Zúñiga (Navarrete) e Lobos; Bou (Leyton) e Larrondo. Técnico: Francisco Meneghini.

Atlético-MG: Cleiton; Guga, Igor Rabello, Leonardo Silva e Patric; Adilson, Jair (Terans), Vinícius e Nathan (Bruninho); Chará e Alerrandro (Maicon). Técnico: Rodrigo Santana.

Árbitro: Roddy Zambrano (Equador), auxiliado pelos compatriotas Luis Vera e Edwin Bravo.

Cartões amarelos: Bou e Leiva (Unión La Calera); Igor Rabello (Atlético-MG).

Gol: Lobos (Unión La Calera).

Estádio: Nicolás Chahuán, em La Calera (Chile). EFE

Mais Esporte