Topo

Esporte


Júlio Baptista diz que Neymar deveria trocar o PSG pelo Real por Bola de Ouro

2019-05-22T17:08:00

22/05/2019 17h08

Madri, 22 mai (EFE).- Campeão espanhol pelo Real Madrid em 2008, Júlio Baptista afirmou nesta quarta-feira que o atacante Neymar terá mais chances de ser eleito o melhor jogador do mundo se trocar o Paris Saint-Germain pelos 'Merengues'.

"Muita gente gostaria de ver Neymar outra vez na Espanha. Pelo futebol que ele tem, o futebol espanhol o favorece muito. Estar em um Real Madrid significaria mais chances de brigar pela Bola de Ouro", disse 'La Bestia', em referência ao prêmio de melhor jogador do mundo da revista francesa "France Football", que até 2016.

Desde a saída do português Cristiano Ronaldo, que assinou com a Juventus no início da temporada, o Real conquistou apenas o Mundial de Clubes. Para Júlio Baptista, a decepção da torcida em relação ao desempenho da equipe ocorreu devido a uma excessiva exigência após o ciclo vitorioso do tricampeonato da Liga dos Campeões.

"Há uma transição, mas as pessoas estão muito acostumadas a vencer. O fato de ganhar sempre faz com que todos vejam a derrota como um desastre. É preciso analisar as coisas friamente porque há outras equipes boas e é impossível ganhar cinco ou seis anos consecutivos", destacou.

Na opinião do brasileiro, a sequência de títulos, inclusive, é um fator de estresse para os atletas, que ficam obrigados a estar muito concentrados nas competições durante longos períodos, embora afirme confiar no profissionalismo e na garra do elenco.

"Os jogadores estão sempre se reinventando. Eles são movidos por desafios e, embora tenham conquistado duas ou três vezes a Liga dos Campeões, querem ganhar mais. Então imagino que estejam obstinados para fazer uma temporada competitiva", avaliou.

"Houve uma transição. Zidane foi embora, veio outro treinador que tentou fazer algumas coisas, mas os resultados não vieram. No Real, mesmo jogando bem, é preciso ganhar e somar pontos. Quando isso não acontece, há mudança. Por isso veio Solari, com outras ideias, mas não conseguiu se manter. Agora Zidane voltou para tentar estruturar tudo para a próxima temporada de acordo as suas ideias", completou.

Júlio Baptista, que jogou junto com o atual técnico clube, quando o francês ainda era jogador, está sem clube desde março, após rescindir com o Cluj, da Romênia.

Aos 37 anos, o brasileiro está estudando para obter a licença de treinador da Federação Espanhola, embora não tenha anunciado oficialmente a aposentadoria dos gramados. EFE

Mais Esporte