Topo

Esporte


Eliminado no Q1 em Mônaco, Leclerc diz estar decepcionado e questiona Ferrari

2019-05-25T14:29:00

25/05/2019 14h29

Redação Central, 25 mai (EFE).- O monegasco Charles Leclerc afirmou neste sábado que está decepcionado com o erro cometido pela Ferrari no treino de classificação para o Grande Prêmio de Mônaco.

A decisão da Ferrari de manter nos boxes o piloto, que corria em casa pela primeira vez com sua nova escuderia, tirou Leclerc do Q2 do classificatório, deixando o monegasco na 16ª posição do grid.

"Não entendo o que ocorreu. Havia tempo de sobra para voltar para a pista e por isso estou decepcionado", afirmou.

No fim da primeira etapa da classificação, Leclerc foi chamado a passar pela direção de prova a passar pela pesagem. A Ferrari, então, achou que a volta feita por ele era o suficiente para colocá-lo no Q2, mas o monegasco acabou superado pelos adversários.

"Pedi para voltar a sair (dos boxes) se fosse preciso, mas não tive resposta. Quando faltava um minuto, os engenheiros se deram conta de que o tempo não era suficiente", lamentou Leclerc.

"Tínhamos tempo para fazer duas ou três voltas a mais. Estou muito decepcionado", afirmou Leclerc.

Apesar da 16ª colocação no classificatório, o piloto da Ferrari largará no 15º lugar, beneficiado com uma punição ao italiano Antonio Giovinazzi, da Alfa Romeo. EFE

Mais Esporte