Topo

Esporte


Seleção da Argentina chega a Belo Horizonte

2019-06-16T23:15:00

16/06/2019 23h15

Belo Horizonte, 16 jun (EFE).- A seleção da Argentina de futebol chegou na noite deste domingo a Belo Horizonte, onde jogará contra o Paraguai na quarta-feira, rodeada de dúvidas após perder por 2 a 0 no sábado na estreia da Copa América contra a Colômbia.

Os argentinos treinaram pela manhã em Salvador no estádio Manoel Barradas, do Vitória.

Depois, às 18h, os jogadores viajaram para Belo Horizonte para jogar na quarta-feira com o Paraguai, que neste domingo empatou com o Catar em 2 a 2 no Rio de Janeiro.

O decepcionante desempenho da seleção argentina seguramente obrigará o técnico Lionel Scaloni a fazer mudanças em sua escalação titular.

No treino matutino nove dos 11 jogadores que estiveram desde o início do jogo contra a Colômbia não pisaram em campo e ficaram no ginásio fazendo atividades regenerativas.

Os únicos titulares que treinaram foram o goleiro Franco Armani e o volante ofensivo Angel Di María, que só jogou o primeiro tempo.

Justamente Di María é um dos que mais chances tem de sair da equipe. Não fez um bom primeiro tempo e seu reserva, Rodrigo De Paul, jogou melhor que ele.

Um indício que De Paul ganhou a queda de braço com Di María é que o meio-campo do Udinese ficou no ginásio junto com os titulares apesar de jogar os mesmos minutos que Di María.

Outra opção de Scaloni é mandar a campo Matías Suárez, atacante do River Plate, para ter uma equipe mais ofensiva.

Além disso, o meio-campo Roberto Pereyra melhora da sobrecarga "muscular" que sofreu na quinta-feira passada durante o treino e luta por um lugar na equipe titular.

Nem Scaloni nem os jogadores conversaram com a imprensa ao chegar ao hotel de Belo Horizonte.

Cerca de 20 torcedores, a maioria deles brasileiros fãs de Lionel Messi, tiraram fotos dos jogadores argentinos, que desceram do ônibus e entraram no hotel sem se aproximar do grupo.

A Argentina treinará pela primeira vez em Belo Horizonte nesta segunda-feira em horário a ser confirmado. EFE

Mais Esporte