Topo

Esporte


Para zagueiro, Colômbia tem força para fazer frente a qualquer adversário

2019-06-26T20:35:00

26/06/2019 20h35

São Paulo, 26 jun (EFE).- A boa campanha da Colômbia na fase de grupos, em que foi a única a ter vencido os três jogos que disputou, empolgou alguns jogadores, com o zagueiro Davinson Sánchez, que nesta quarta-feira declarou que a seleção está pronta para enfrentar mesmo os adversários mais duros.

"A Colômbia tem atributos para jogar de igual para igual contra qualquer adversário. O Chile é o atual campeão, mas a Colômbia não é inferior", declarou o defensor do Tottenham em entrevista concedida no Estádio do Pacaembu, em São Paulo, onde a seleção colombiana treinou.

Sobre o Chile, que tem o terceiro melhor ataque desta Copa América, com seis gols marcados, Sánchez considera um erro limitar a força de 'La Roja' aos homens de frente.

"Dizer que o Chile só é forte no ataque é um erro, porque demonstrou que tem outros pontos fortes, como o meio-campo", comentou o zagueiro, que informou como pretende conter a dupla de ataque do atual bicampeão continental, formada por Alexis Sánchez e Eduardo Vargas.

"Para pará-los, temos que tentar que eles nunca nos olhem na cara, com trabalho de equipe, com companheirismo, que sempre foi nossa marca. "Não somos a seleção perfeita, mas também não estamos onde diziam que estávamos. Não é só anular esses dois jogadores, mas sim sermos a Colômbia", analisou.

Durante a parte do treino aberta à imprensa, a equipe dirigida pelo técnico Carlos Queiroz fez nesta quarta-feira um trabalho físico e um treino leve com bola. O grupo comemorou o aniversário do zagueiro John Lucumí, que hoje completa 21 anos. EFE

Mais Esporte