Topo

Esporte


Técnico da Bélgica na Copa do Mundo de 2002 morre aos 79 anos

Eliminado pelo Brasil em 2002, Robert Waseige (em pé) encerrou a carreira como treinador no Molenbeek Brussels, em 2005 - Tim de Waele/Corbis via Getty Images
Eliminado pelo Brasil em 2002, Robert Waseige (em pé) encerrou a carreira como treinador no Molenbeek Brussels, em 2005 Imagem: Tim de Waele/Corbis via Getty Images

Da EFE, em Bruxelas (Bélgica)

17/07/2019 12h42

O ex-jogador e técnico belga Robert Waseige, que treinou a seleção da Bélgica entre 1999 e 2002, morreu na terça-feira, aos 79 anos, segundo informou a televisão pública RTBF.

Waseige, que estava internado desde o dia anterior devido a problemas renais e insuficiência cardíaca, jogou por RFC Liège, Racing White Daring Molenbeek e KFC Winterslag antes de iniciar a carreira de técnico.

Antes mesmo de pendurar as chuteiras, começou a treinar o KFC Winterslag. Depois, passou por Standard de Liège, KSC Lokeren, RFC Liège, Sporting Charleroi, Sporting (Portugal), assim como pelas seleções de Bélgica e Argélia. Encerrou a carreira como treinador do já extinto Molenbeek Brussels, em 2005.

Waseige que foi o primeiro técnico oriundo da região sul e francófona Valônia a comandar a seleção nacional, experiência que começou logo após a decepcionante Copa do Mundo de 1998, na qual os Diabos Vermelhos foram eliminados na fase de grupos.

Com um estilo de jogo ofensivo, a seleção belga de Waseige disputou a Eurocopa de 2000, edição em que foi anfitriã ao lado da Holanda, mas caiu novamente na fase de grupos.

Mesmo com o resultado abaixo das expectativas, Waseige permaneceu no cargo e levou o país à Copa do Mundo de 2002, na qual os belgas foram eliminados nas oitavas de final pela seleção brasileira, que conquistaria o pentacampeonato posteriormente.

Mais Esporte