Topo

Esporte


Atlhetico Paranaense e Boca se reencontram 2 meses e meio depois

23/07/2019 17h10

Curitiba, 23 jul (EFE).- Adversários no grupo 7 da Taça Libertadores, Athletico Paranaense e Boca Juniors se enfrentarão pelas oitavas de final do torneio continental, e a partida de ida acontecerá nesta quarta-feira, na Arena da Baixada, em Curitiba.

Com show do atacante Marco Ruben, autor de três gols, o Athletico fez 3 a 0 no primeiro jogo entre as equipes, no dia 2 de abril, também na capital paranaense. Entretanto, na rodada final, em confronto direto pela liderança da chave, no dia 9 de maio, o Boca fez 2 a 1 de virada no estádio La Bombonera e se garantiu na ponta da tabela, o que lhe permite decidir a eliminatória em casa.

Passados dois meses e meio, os dois times têm mudanças importantes para o novo duelo. Cada um perdeu uma peça considerada fundamental na fase de grupos: o lateral-esquerdo Renan Lodi deu adeus ao Furacão para reforçar o Atlético de Madrid, e no elenco 'xeneize' o atacante Benedetto está oficialmente fora do jogo por uma lesão muscular, mas tudo indica que está de malas prontas rumo ao Olympique de Marselha.

Para o lugar de Lodi, a diretoria athleticana contratou o experiente Adriano, revelado pelo rival Coritiba e que tem passagem pelo Barcelona. No entanto, o jogador que estava no Besiktas, da Turquia, ainda não pôde ser inscrito.

As novidades na relação do técnico Tiago Nunes são os zagueiros Lucas Halter e Pedro Henrique, o lateral-esquerdo Abner Vinicius, o meia Bruno Nazário e o atacante Vitinho. Já o volante Wellington cumprirá suspensão por ter sido expulso em La Bombonera.

No Boca, o técnico Gustavo Alfaro tem apenas uma dúvida, escalar Weigandt ou Buffarini, ex-São Paulo, na lateral direita. No ataque, Ábila, com passagem pelo Cruzeiro, ocupará a vaga de Benedetto.

Para a sequência da temporada, o time de Buenos Aires contratou o o meia Salvio, que estava no Benfica, o meia-atacante Alexis Mac Allister, emprestado pelo Brighton, e o atacante Hurtado, ex-Gimnasia La Plata. O clube ainda sonha com o volante De Rossi, campeão mundial pela Itália em 2006, e o meia Cervi, outro argentino do Benfica.

O jogo de volta está marcado para a quarta-feira da semana que vem, em La Bombonera. Quem se classificar terá pela frente a LDU de Quito ou o Olimpia.

Prováveis escalações:.

Athletico Paranaense: Santos; Jonathan, Pedro Henrique, Leo Pereira e Márcio Azevedo; Lucho González, Bruno Guimarães e Nikão; Marcelo Cirino, Rony e Ruben. Técnico: Tiago Nunes.

Boca Juniors: Esteban Andrada; Weigandt (ou Buffarini), Goltz, Alonso e Más; Nández, Marcone, Villa e Mac Allister; Zárate e Abila. Técnico: Gustavo Alfaro.

Árbitro: Daniel Fedorczuk (Uruguai), auxiliado pelos compatriotas Nicolás Tarán e Miguel Nievas.

Estádio: Arena da Baixada, em Curitiba. EFE

Mais Esporte