O dia em que o Corinthians, de Wlamir, bateu o Real Madrid no Pq. São Jorge

Por Carlos Padeiro e Giuliano Zanelato

14/07/2017 11h00

Wlamir Marques. Desde outubro de 2016, ele dá nome ao ginásio poliesportivo do Parque São Jorge. Neste domingo, dia 16 de julho, o Seu Wlamir, ou o Diabo Loiro, como ficou conhecido quando jogava basquete, completa 80 anos.

Folhapress
Wlamir Marques foi o cestinha da partida Imagem: Folhapress
Wlamir é um dos maiores nomes do esporte nacional. Ele jogou numa época em que o basquete brasileiro era um dos melhores do mundo, algo impensável nos dias de hoje. Pela seleção, foi bicampeão mundial, em 1959 e 1963, e ganhou duas medalhas de bronze nos Jogos Olímpicos de 1960 e 64.

Mas foi com a camisa 5 do Corinthians que Wlamir fez um dos maiores jogos de sua carreira. Em 5 de julho de 1965, o Corinthians venceu o Real Madrid por 118 a 109, no ginásio do Parque São Jorge.

Ele mesmo diz: “Foi o maior jogo realizado no Brasil até hoje”.

No dia seguinte, a manchete do caderno de esportes da Folha de S. Paulo era: "Corinthians derrota bicampeão europeu". Na primeira página do jornal, uma foto de Wlamir com o título "Capitão fez quarenta".

Wlamir diz ter anotado 51 pontos – 31 no primeiro tempo e 20 no segundo. A Folha, porém, informa que ele fez 40. De qualquer forma, o Diabo Loiro foi o cestinha do jogo, com uma pontuação bastante expressiva, ainda mais numa época em que não existia a cesta de três pontos. Ubiratan anotou 32 pontos, e Emiliano, considerado o melhor jogador da Europa à época, 30.

O jornal também destacou a renda do jogo, "recorde brasileiro em partidas de basquetebol", e a pontuação final, acima dos 100 pontos para ambos os times - "contagem desconhecida no Brasil, própria apenas dos jogos de grandes equipes norte-americanas, principalmente as profissionais".
 

WLAMIR MARQUES ELEGE OS 5 MAIORES DO BASQUETE BRASILEIRO

De olhos quase fechados

Wlamir correu o risco de não entrar em quadra naquela partida contra o Real Madrid. Ele conta que estava gripado e foi até a farmácia para tomar um medicamento. Só que houve uma reação alérgica, e ele ficou com os dois olhos fechados. A esposa de Wlamir ligou para o clube, e um médico foi aplicar uma injeção de antialérgico no capitão corintiano.

Lembro que, quando entrei no ginásio, já tinha corrido a notícia de que eu não iria jogar. E muitos perguntavam se eu não iria jogar. Falei ‘vou jogar nem que seja de olho fechado’. Então joguei com o olho esquerdo não totalmente aberto.

ESPORTE(ponto final)

A entrevista com Wlamir Marques foi realizada pelo ESPORTE(ponto final), um canal produzido a partir de depoimentos de ídolos sobre os grandes momentos do esporte.

A cada semana, novos episódios serão lançados na página especial do ESPORTE(ponto final). E você também pode acompanhar nas mídias sociais: youtube.com/esportepontofinal e facebook.com/esportepontofinal.

 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Esporte Ponto Final
Esporte Ponto Final
Esporte Ponto Final
Esporte Ponto Final
Esporte Ponto Final
Esporte Ponto Final
Esporte Ponto Final
Esporte Ponto Final
Esporte Ponto Final
Esporte Ponto Final
Esporte Ponto Final
Esporte Ponto Final
Esporte Ponto Final
Esporte Ponto Final
Esporte Ponto Final
Esporte Ponto Final
Esporte Ponto Final
Esporte Ponto Final
Esporte Ponto Final
Esporte Ponto Final
Esporte Ponto Final
Esporte Ponto Final
Esporte Ponto Final
Esporte Ponto Final
Esporte Ponto Final
Esporte Ponto Final
Esporte Ponto Final
Esporte Ponto Final
Topo