Topo

O Cleveland pode virar o jogo se um deles ficar de fora?

David Zalubowski/AP
Kevin Durant, Stephen Curry e Klay Thompson - o 'Big Three' dos Warriors Imagem: David Zalubowski/AP

Por Giuliano Zanelato

08/06/2018 12h10

Pela lógica, não tem jeito.

Segundo a história, já acabou.

Qualquer pessoa com juízo não apostaria nisso.

Nunca um time virou uma série partindo de 3-0 contra.

No entanto, de acordo com as leis do esporte, jamais duvide de um bom time, mesmo com as costas na parede.

É claro que existe a chance do imponderável, do impossível, da primeira vez. Do Cleveland mais uma vez calar todo mundo. Mas vamos dizer que não contaremos com isso neste texto. A questão aqui é menos relativa a quase milagres e mais relativa a probabilidades.

Ou seja, o que seria necessário, e talvez possível de acontecer, para que o Cleveland tenha suas chances realmente aumentadas, buscando equiparar a série? Projeções sem nenhuma base científica, talvez absurdas, mas com certeza feitas por vários sites de apostas e fanáticos em decisões.

E se, os top três 3 do Golden State Warriors - Kevin Durant, Stephen Curry e Klay Thompson - ficarem fora da decisão por algum motivo? Mas isso é menos provável do que o Cleveland virar a série, sem nenhuma baixa no adversário.

Agora o que aconteceria se, por algum motivo, apenas um dos três - Durant, Curry ou Thompson - ficasse fora do restante da série?

Apesar de ser algo improvável, esta temporada da NBA nos mostrou que grandes astros perderem jogos decisivos não têm sido nada incomum.

Os apressados talvez responderiam que não faria diferença. A série é do Golden State. Já era.

Os mais apressados responderiam que, se o Kevin Durant não estiver em quadra, o Cleveland tem alguma chance. Durant realmente foi o jogador mais dominante na série vencida pelo Golden State contra o Houston (na decisão da Conferência Oeste) e com certeza destruiu no último jogo contra Cleveland, em que Curry e Thompson não pontuaram com costumam.

Agora não esqueçamos que esta atual dinastia Golden State foi iniciada pelos Splash Brothers - Curry e Thompson - sem a presença de Durant.

A dupla, ao lado do elenco matador do Golden State, que já contava com Draymond Green e Andre Igodala, era mais jovem e venceu o título da temporada 2014/2015 de maneira incontestável.

Anos antes, Kevin Durant e Russell Westbrook não conseguiram fazer com que uma promissora equipe de Oklahoma se transformasse em campeã.

Se Stephen Curry não jogasse mais, seria um fator decisivo para o Cleveland se levantar?

Embora tenha ficado de fora em jogos cruciais contra o Houston, seu time conseguiu derrotar no jogo 7 o temido time do então quase provável MVP James “Barba” Harden.

Klay Thompson out seria um fiel na balança dos próximos jogos?

Talvez nas apostas gerais, esta seria a variável menos ameaçadora para o Golden State, embora Thompson seja um jogador decisivo em jogos cruciais nos últimos anos.

David Richard-USA TODAY Sports
Lebron James está na sua oitava final seguida na NBA. Foi bicampeão pelo Miami Heat e campeão pelos Cavaliers Imagem: David Richard-USA TODAY Sports
A situação não está nem perto de ser favorável ao Cleveland, mesmo usando pra caramba a imaginação.

Mas, por vias das dúvidas, tenho certeza de que o técnico Steve Kerr não vai sossegar, caso o Golden State não feche esta série logo no jogo 4, ou no máximo no 5. Embora 3-0 seja um placar pra lá de seguro e confortável e historicamente sem chance de perda, imagina só os nervos e a pressão em jogar um jogo 7, partindo de 3-0 a seu favor.

OSCAR ELEGE OS 5 MAIORES. LEBRON ESTÁ NA LISTA

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!