Esporte

Candidato à Fifa diz que política interna afetava tabela de jogos das seleções

Dave Thompson/Getty Images
Imagem: Dave Thompson/Getty Images

Brian Homewood

Da Reuters, em Genebra (SUI)

11/02/2016 19h40

Algumas seleções nacionais receberam tabelas desfavoráveis de jogos por não seguirem a linha política interna da Fifa, organização que comanda o futebol mundial, disse o candidato jordaniano a presidente da entidade nesta quinta-feira.

O príncipe Ali Bin Al Hussein, um dos cinco candidatos que competem para dirigir a Fifa, descreveu um clima de medo e represálias dentro da entidade atingida por escândalos, cujo presidente de saída, Joseph Blatter, foi suspenso em outubro e banido do futebol por oito anos em dezembro.

“Deixa eu te dizer o que acontece quando você não segue os poderes reconhecidos na Fifa”, disse o príncipe Ali, que é presidente da federação jordaniana de futebol, à imprensa.

"Projetos de desenvolvimento misteriosamente param, propostas para sediar torneios ficam de repente comprometidas ou são retiradas, seleções nacionais começam misteriosamente a ter tabelas, e mesmo árbitros, menos favoráveis.”

"Isso tudo são maneiras eficazes de punir associações integrantes que não demonstram lealdade política.”

A Fifa vive a sua pior crise em 111 anos de história, com investigações sobre corrupção em andamento na Suíça e nos Estados Unidos. Dezenas de pessoas, incluindo importantes dirigentes de futebol, foram indiciadas.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Esporte

Topo