Esporte

COI investiga suposto pagamento relacionado a Jogos do Rio; comitê nega compra de votos

03/03/2017 13h01

Por Pedro Fonseca

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O comitê organizador dos Jogos Rio 2016 negou nesta sexta-feira que tenha sido beneficiado por compra de votos na eleição pelo direito de sediar a Olimpíada, depois que um jornal francês disse que um empresário brasileiro fez pagamentos ao filho de um então membro do Comitê Olímpico Internacional (COI) antes da votação.

De acordo com o Le Monde, uma empresa relacionada com o executivo Arthur César de Menezes Soares Filho fez um pagamento de 1,5 milhão de dólares a Papa Massata Diack, filho do então presidente da Associação Internacional das Federações de Atletismo (Iaaf) e membro do COI Lamine Diack, três dias antes da votação de 2009 que definiu o Rio como sede dos Jogos Olímpicos.

"A vitória do Rio foi claríssima", disse à Reuters o diretor de Comunicação do Rio 2016, Mario Andrada, em resposta à acusação. "A investigação francesa diz respeito a seis membros do COI, e seis membros não mudariam nada no resultado. A eleição foi limpa".

O Rio foi eleito sede dos Jogos Olímpicos em uma votação em que derrotou Chicago, Tóquio e Madri. Na votação final, contra a cidade espanhola, a candidatura carioca obteve um triunfo com margem folgada, 66 a 32 votos.

O Le Monde disse que Papa Massata Diack pagou quase 300 mil dólares ao alto membro do COI Frankie Fredericks, que afirmou não ter feito nada de errado e disse que o dinheiro foi um pagamento por serviços para promover o esporte na África.

O COI anunciou nesta sexta-feira que sua comissão de ética abriu uma investigação sobre a acusação.

"O COI continua totalmente comprometido em esclarecer esta situação, trabalhando em cooperação com a Procuradoria (da França)", informou a organização em comunicado.

A reportagem do Le Monde afirma que três dias antes da votação do COI em outubro de 2009, em Copenhague, a empresa Pamodzi Consulting, de propriedade de Papa Massata Diack, recebeu 1,5 milhão de dólares da Matlock Capital Group, uma holding com sede nas Ilhas Virgens Britânicas.

Diack, cujo pai Lamine está atualmente aguardando julgamento na França por acusações de corrupção e lavagem de dinheiro, também recebeu 500 mil dólares da Matlock Capital Group através de um banco russo, segundo o Le Monde.

Papa Massata Diack foi banido pela federação de atletismo no ano passado devido a acusações milionárias de corrupção.

Segundo o Le Monde, Papa Massata Diack transferiu quase 300 mil dólares para uma companhia ligada a Fredericks, múltiplo medalhista olímpico e mundial dos 100 e 200 metros.

Fredericks, atualmente membro do Conselho da Iaaf, disse ao Le Monde que o dinheiro foi pago por um trabalho feito por ele para promover o atletismo na África entre 2007 e 2001.

"O pagamento não tem nenhuma relação com os Jogos Olímpicos, e eu não era membro da diretoria da Iaaf naquela época e não infringiu qualquer regulamento ou regra ética", disse ele ao jornal.

O COI afirmou: "Até onde envolve o sr. Fredericks, ele informou ao COI e explicou a situação e enfatizou sua inocência imediatamente após ser contatado pelo jornalista. O COI confia que o sr. Fredericks irá trazer todos os elementos para provar sua inocência contra estas acusações feitas pelo Le Monde", acrescentou.

"Imediatamente após uma ligação ser feita entre o pagamento contratual e a votação para a cidade-sede dos Jogos Olímpicos de 2016, o sr. Fredericks foi à Comissão de Ética do COI, que agora acompanha todas as acusações para esclarecer totalmente esta questão".

Segundo o diretor da Rio 2016, a investigação das autoridades francesas está focada em Lamine Diack e "não tem nenhuma ligação" com a candidatura do Rio.

"Só quando os franceses concluírem a sua investigação será possível dizer quem são os beneficários desse esquema. De antemão, porém, está claro que os Jogos do Rio não têm nada a ver com isso”, disse Mario Andrada.

A Reuters não conseguiu contato com Arthur César de Menezes Soares Filho.

(Reportagem adicional de Karolos Grohmann, em Londres, e Andrew Downie, em São Paulo)

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo