Esporte

Campeã da maratona no Rio-2016 é pega em exame antidoping

A. Hassenstein/Getty Images
Imagem: A. Hassenstein/Getty Images

06/04/2017 20h05

Jemima Sumgong, que no ano passado se tornou a primeira mulher queniana a ganhar o ouro olímpico na maratona, testou positivo para a substância proibida EPO em um teste fora de competição realizado pela Iaaf, disse a entidade que comanda o atletismo nesta quinta-feira.

"A Iaaf pode confirmar que um caso de violação de regras antidoping sobre Jemima Sumgong (Quênia) começou nesta semana, disse a Iaaf em um comunicado.

"A atleta testou positivo para EPO (eritropoietina) após um teste sem aviso conduzido pela Iaaf no Quênia."

"Isso fazia parte de um programa aprimorado de testes fora de competição, dedicado a corredores de maratona de elite, que é apoiado pelo grupo Abbott World Marathon Majors", completou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Esporte

Topo