Esporte

Daniel Alves tem chance de mostrar ao Barcelona a falta que faz

10/04/2017 15h20

Por Richard Martin

BARCELONA (Reuters) - Daniel Alves conquistou uma série de títulos com o Barcelona, ​​mas o brasileiro nunca se sentiu amado pelo clube catalão e na terça-feira terá a chance de mostrar o que o time espanhol está perdendo quando a Juventus receber seu antigo clube.

A primeira partida das quartas de final da Liga dos Campeões, no estádio da Juventus, será a primeira vez que Daniel Alves enfrentará o Barça desde que partiu para Turim na temporada passada.

Daniel Alves foi um dos arquitetos do domínio do Barcelona no futebol espanhol e europeu nos últimos anos. Ele ganhou 23 títulos ao longo de oito temporadas no Camp Nou - incluindo três troféus da Liga dos Campeões e seis títulos espanhóis.

O lateral direito deu 42 assistências para Lionel Messi, mais do que qualquer outro jogador, e tem um total de 100 assistências na liga.

Antes do triunfo do Barcelona na final da Liga dos Campeões de 2015 sobre a Juventus, Messi classificou Daniel Alves como o melhor lateral direito do mundo, dizendo: "É muito difícil encontrar um jogador como ele hoje".

Um ano depois, porém, ele deixou o Camp Nou em uma transferência sem custos, após a temporada de 2015-16.

Apesar de seu brilhante entendimento com os companheiros de equipe em campo, o jeito exuberante do brasileiro era muitas vezes visto como falta de profissionalismo pela direção do clube.

Seus posts nas mídias sociais também frequentemente irritavam torcedores. Em uma ocasião no ano passado, ele publicou um vídeo de si mesmo vestido de mulher e dizendo que a eliminação do Barcelona da Liga dos Campeões era "apenas um jogo de futebol".

"INGRATO"

Em uma entrevista no início deste ano ao jornal ABC de Sevilha, Daniel Alves criticou a diretoria do Barcelona.

"As pessoas que dirigem o Barcelona não têm ideia de como tratar seus jogadores", disse ele.

"Eles foram muito falsos e ingratos, eles não me respeitaram. Eles somente ofereceram renovar comigo por causa da proibição de transferências da Fifa. Foi quando eu joguei o jogo deles e assinei uma renovação, que incluía uma cláusula que me permitiria sair de graça um ano depois."

"Eu gosto de me sentir amado e como eles não me queriam, eu parti", acrescentou.

No entanto, a saída de Daniel Alves deixou um buraco enorme na equipe do Barcelona. O clube optou por não contratar um substituto, deixando Aleix Vidal e Sergi Roberto para a posição.

O Barcelona pareceu perder o vigor e a visão de jogo de Daniel Alves. No sábado, o time perdeu de 2 x 0 para o Málaga, uma derrota que o deixou com poucas chances de alcançar o Real Madrid, líder do Espanhol.

(Reportagem de Richard Martin)

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo