Esporte

Alonso terá agenda cheia antes de participação na Indy 500

13/04/2017 14h53

Por Alan Baldwin

MANAMA (Reuters) - Todos os filmes que Fernando Alonso irá assistir em aviões nas próximas semanas serão sobre as 500 milhas de Indianápolis, já que o bicampeão mundial de Fórmula 1 está prestes a encarar um desafio para o qual está longe de estar pronto.

O espanhol falou aos repórteres sobre sua agenda cheia nesta quinta-feira enquanto se prepara para o Grande Prêmio do Barein e para uma série de corridas em dois continentes.

Na quarta-feira sua equipe McLaren anunciou que Alonso irá se ausentar do glamoroso GP de Mônaco deste ano para disputar a 101a edição da corrida norte-americana com um carro da Andretti Autosport, escuderia vencedora da prova do ano passado.

"Na semana que vem estarei no Alabama, só para visitar a corrida e me encontrar com os membros da equipe para ver como as coisas andam por lá", disse ele, referindo-se à terceira etapa da temporada de Indy Car no circuito Barber Motorsports Park entre 21 e 23 de abril.

"Provavelmente na segunda-feira, depois da corrida, farei a prova do assento, e depois viajo para a Rússia".

O GP russo em Sochi acontece na sequência do de Barein e será o quarto da temporada de F1.

"Depois da Rússia, tentarei estar em Indianápolis para uns dois dias de simulador e com sorte irei testar o carro, mas não é 100 por cento certo, e depois disso vou para o Grande Prêmio da Espanha e depois voo para a América no domingo, depois da corrida", contou.

Os treinos livres da prova conhecida como The Brickyard começam na segunda-feira, após a corrida de F1 no Circuito da Catalunha. A Indy 500 acontece no dia 28 de maio, mesma semana do GP de Mônaco.

"Nos aviões, tentarei ver alguns vídeos e corridas de anos anteriores e aprender o mais rápido que puder", disse Alonso.

"Você precisa de habilidades completamente diferentes lá para se adaptar ao carro e ao circuito, estratégias, maneiras de correr perto daquele jeito e naquela velocidade. Muitas coisas para eu aprender, e não estou pronto no momento".

A McLaren venceu em Indianápolis nos anos 1970 e também triunfou em Le Mans, e Alonso agora sonha com uma Tripla Coroa que só um piloto conquistou, o britânico Graham Hill.

Ele também quer voltar a se sentir um vencedor depois de duas temporadas difíceis com a McLaren.

"A possibilidade de vencer uma grande corrida, um grande troféu como o da Indy 500 no meio de um ano é como conquistar um Campeonato Mundial em um final de semana".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo