Esporte

Vettel lidera dobradinha da Ferrari em treino livre para GP da Rússia

28/04/2017 12h09

Por Alan Baldwin

SOCHI, Rússia (Reuters) - Sebastian Vettel liderou uma dobradinha da Ferrari no treino livre para o Grande Prêmio da Rússia de Fórmula 1 nesta sexta-feira, em uma indicação de que a equipe italiana tem uma vantagem sobre a campeã Mercedes no circuito de Sochi.

O alemão tetracampeão mundial fez a melhor volta da tarde ensolarada com o tempo de 1min24seg120 -- 0seg263 mais rápido do que seu colega de time, Kimi Raikkonen, e 0seg709 à frente da Mercedes de Lewis Hamilton. Raikkonen havia sido o mais rápido de manhã.

Valtteri Bottas, foi o terceiro mais veloz de tarde com sua Mercedes, 0seg670 atrás de Vettel, e Hamilton ficou com a quarta melhor marca.

Vettel tem sete pontos a mais que Hamilton, já que venceu duas das três corridas desta temporada. O britânico venceu na China.

O circuito de rua de Sochi, que circunda as instalações da Olimpíada de Inverno de 2014, vinha favorecendo a Mercedes desde sua inclusão no calendário três anos atrás -- os atuais campeões lideraram em cada volta de cada corrida ali.

O tricampeão Hamilton venceu em 2014 e 2015, e seu ex-companheiro de equipe, o hoje aposentado Nico Rosberg, triunfou na pista russa no ano passado na campanha que o levou ao título.

"Este é um circuito bom para eles", comentou Vettel, apesar dos indícios crescentes de que o domínio da Mercedes esteja acabando. "Eles vão estar fortes amanhã".

Mas Raikkonen e Bottas também têm um bom histórico em Sochi, já que o campeão de 2007 terminou em terceiro lugar no ano passado e seu colega finlandês fez a primeira volta mais rápida de sua carreira ali em 2014, quando também obteve a terceira colocação para a Williams.

Vettel chegou em segundo na Rússia em 2015.

"Como equipe, acho que evoluímos muito em relação aos últimos anos", havia dito Raikkonen aos repórteres na quinta-feira. "Será que estamos no mesmo nível deles (Mercedes)? Não sei. Não falta muito, digamos assim".

A sessão matutina foi interrompida brevemente quando a tampa do motor da Force India de Esteban Ocon estourou.

O piloto reserva russo Sergey Sirotkin substituiu o alemão Nico Hulkenberg na Renault na primeira sessão, mas o carro quebrou na pista antes que ele pudesse fazer uma volta cronometrada.

Max Verstappen teve problemas de tarde com sua Red Bull, encostando e se queixando de falta de potência. A McLaren voltou a passar apertos, e o novato belga Stoffel Vandoorne já se resignou a largar na lanterna depois de precisar trocar de motor.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo