Esporte

Shanghai SIPG nega acusações de que Hulk agrediu técnico rival

07/05/2017 16h08

ESPORTE-FUTEBOL-CHINA:Shanghai SIPG nega acusações de que Hulk agrediu técnico rival

HONG KONG (Reuters) - O atacante brasileiro Hulk foi acusado de agredir um técnico de uma equipe rival no sábado por "desprezar o povo chinês", uma acusação que seu clube Shanghai SIPG negou depois de sua última vitória na Super Liga chinesa.

Hulk, que deixou o russo Zenit para defender o SIPG em um acordo de 55 milhões de euros em junho do ano passado, supostamente teria agredido o técnico assistente Yu Ming do Guizhou Zhicheng no intervalo da partida em que seu time venceu por 3 a 0.

"Houve algumas discussões no primeiro tempo e os treinadores deles tomaram a iniciativa de nos insultar durante o jogo, foi por isso que discutimos com eles", disse Li Bing, técnico principal do Guizhou, que está de saída e deve ser substituído por Gregorio Manzano, treinador espanhol.

"Isso durou até o intervalo e, mais tarde, no corredor, Hulk xingou o nosso técnico assistente em inglês. Discutimos com ele, e ele socou o nosso técnico assistente Yu Ming, e Yu caiu no chão".

"Os jogadores estrangeiros vêm aqui para ajudar o desenvolvimento do futebol chinês, mas não importa o quão bem você jogue, você não pode desprezar o povo chinês, muito menos agredir nossos treinadores chineses.", disse.

O SIPG venceu o jogo após um primeiro tempo tumultuado, no qual o árbitro Gu Chunhan anulou dois gols do Guizhou. O Shanghai SIPG negou as acusações de agressão em suas redes sociais.

"As acusações de que Hulk teria agredido o técnico assistente do Guizhou não são verdadeiras", disse SIPG por meio da conta oficial do clube em uma rede social.

"A declaração de Li Bing e Yu Ming é inadequada e provoca hostilidade entre os jogadores estrangeiros e chineses e isso afetou a imagem de nosso clube".

O gerente geral do SIPG, Sui Guoyang, negou que o incidente tenha acontecido após rever imagens da televisão chinesa, enquanto o técnico Andre Villas-Boas alegou que ele e Hulk foram os primeiros a chegar ao vestiário do time no intervalo.

"Não sei do que as pessoas estão falando", disse o técnico.

O técnico do Guizhou, Li, usou mais tarde uma rede social para dar sua versão dos fatos e disse que a negativa do SIPG foi "inadequada".

(Por Michael Church em Hong Kong)

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Esporte

Topo