Topo

Vídeos

Presidente do COI: Brasil precisa de tempo para entregar legado olímpico

Michael Heiman/Getty Images
Imagem: Michael Heiman/Getty Images

Por Brian Homewood

04/08/2017 13h10

O Brasil deveria ter mais tempo para entregar a infraestrutura prometida como legado da Olimpíada do Rio, disse o presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, nesta sexta-feira.

Bach disse que a crise econômica do Brasil é um dos fatores impedindo o progresso, evitando criticar a situação do Rio, onde muitas arenas estão inutilizadas e a nova linha do metrô não se estende até o principal Parque Olímpico.

"Vocês tem que levar em consideração a situação extremamente difícil no Brasil, que é a pior crise pela qual esse país já passou", disse Bach a repórteres.

"Em tal situação, nem todos os planos de legado estão se concretizando... no tempo em que foram planejados."

Falando em Londres, Bach destacou que o Parque Olímpico da capital britânica ficou fechado por um ano após os Jogos de 2012.

"Nós temos que ser justos com os brasileiros", disse.

"Após os Jogos aqui em Londres o parque ficou fechado...para fazer renovações e para fazer adaptações".

"Vocês têm que dar essa oportunidade para a Rio 2016 e, dadas as circunstâncias muito difíceis, dar a eles uma extensão desse tempo porque, talvez nessa situação de emergência, eles tenham outras prioridades", disse.

Um relatório publicado pela Autoridade de Governança do Legado Olímpico em junho disse que o custo dos Jogos havia aumentado para 43,3 bilhões de reais, aproximadamente 14,5 bilhões de reais a mais do que o planejado inicialmente.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!