Topo

Esporte

Times de futebol da Catalunha declaram adesão a greve geral

02/10/2017 17h00

FUT-GREVE-CATALUNHA:Times de futebol da Catalunha declaram adesão a greve geral

Por Rik Sharma

MADRI (Reuters) - Os times espanhóis Barcelona, Espanyol e Girona decidiram aderir à greve geral da Catalunha marcada para terça-feira, 3 de outubro.

A greve, convocada por mais de 40 sindicatos e associações da região sob o comando da organização Mesa para a Democracia, se deve ao fato de a polícia ter usado a força para tentar impedir a realização de um referendo de independência no domingo que o governo da Espanha declarou ser ilegal.

Mais de 840 pessoas precisaram de assistência médica depois dos embates com tropas dos batalhões de choque, cenas impressionantes que ilustraram a pior crise constitucional do país em décadas.

Embora muitos jogadores da escalação principal do Barça partirão para ajudar suas respectivas seleções em partidas internacionais próximas, os colegas restantes e membros da equipe técnica não comparecerão ao centro de treinamento na terça-feira.

"O FC Barcelona se une à greve nacional convocada pela Mesa para a Democracia, e por isso o clube ficará fechado amanhã", tuitou o clube nesta segunda-feira.

"Nenhum dos times profissionais ou juvenis do FC Barcelona treinarão amanhã na Ciutat Esportiva".

Também nesta segunda-feira ocorreu uma 'paralisação' regional durante a qual trabalhadores de toda a Catalunha interromperam o serviço durante 15 minutos ao meio-dia, inclusive funcionários dos escritórios dos clubes de

Barcelona.

Espanyol e Girona, também sediados na Catalunha, emitiram comunicados nesta segunda-feira declarando suas intenções de aderir à greve geral.

Em protesto contra os acontecimentos violentos de domingo, o Barcelona derrotou o Las Palmas, seu rival na liga espanhola, por 3 x 0 a portas fechadas.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte