Esporte

Piqué diz que fica na seleção da Espanha apesar de críticas por apoio a catalães

04/10/2017 16h20

FUT-PIQUE-FICA-SELECAO:Piqué diz que fica na seleção da Espanha apesar de críticas por apoio a catalães

Por Richard Martin

BARCELONA (Reuters) - Gerard Piqué, zagueiro do Barcelona, disse nesta quarta-feira que cogitou deixar a seleção da Espanha depois das críticas à sua opinião sobre o referendo de independência da Catalunha, mas que decidiu permanecer.

Piqué, que disse que sair seria fazer o jogo de seus detratores, foi insultado em uma sessão aberta de treinamento da Espanha na segunda-feira

    No domingo ele chorou diante dos episódios de violência vistos em sua região natal quando a polícia tentou impedir eleitores de participarem do referendo considerado ilegal.

    O zagueiro, que votou, insinuou na ocasião que aceitaria sair da seleção se o técnico Julen Lopetegui ou seus colegas de time se sentissem mal com sua presença.

    Nesta quarta-feira, porém, ele disse estar totalmente comprometido com a equipe.

    "Eu cogitei (deixar a seleção espanhola), mas no fim você tem que avaliar cada opinião, e depois de pensar nisso por muito tempo decidi não fazê-lo, já que sair agora seria deixar as pessoas que me insultam vencerem", afirmou Piqué em uma coletiva de imprensa.

    "Acredito que as pessoas que me vaiam são um minoria, e não quero lhes dar o luxo de desistir. Tenho total confiança de que há muitas pessoas, inclusive neste grupo, que querem que eu fique e ajude o time a vencer partidas".

    Lopetegui disse que agora é hora de o time focar na eliminatória da Copa do Mundo de sexta-feira contra a Albânia, na qual os espanhóis podem selar sua vaga no Mundial da Rússia do ano que vem.

    Ele pediu que os torcedores apoiem Piqué.

    "Temos que seguir em frente com Piqué agora, agora é hora de se concentrar no jogo", disse o treinador à Rádio Marca.

"Para jogar bem precisaremos do apoio dos torcedores. Quero falar de futebol, o time precisa falar de futebol".

    Piqué, de 30 anos, disputou 91 partidas com a Espanha e conquistou a Copa do Mundo de 2010 e a Euro 2012 com seu país.

No ano passado ele anunciou a intenção de se aposentar das competições internacionais após o Mundial de 2018 devido a uma combinação de críticas constantes da mídia e dos torcedores e para dar oportunidade a outros jogadores.

"É impossível duvidar do meu comprometimento com a seleção, venho aqui desde que tinha 15 anos, considero esta a minha família. Tenho orgulho de jogar para a Espanha e me machuca que as pessoas duvidem disso".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo