Esporte

Durante audiência em tribunal, Valcke diz que sua reputação foi destruída

EFE/SEBASTIÃO MOREIRA
Jerome Valcke, secretário-geral da Fifa, fala sobre Fundo de Legado da Copa ao lado de José Maria Marin, presidente da CBF Imagem: EFE/SEBASTIÃO MOREIRA

11/10/2017 15h45

Jérôme Valcke, ex-secretário-geral da Fifa, disse que sua reputação foi destruída por seu afastamento de 10 anos do futebol ao comparecer a um tribunal para uma audiência nesta quarta-feira para tentar reverter a punição na mais alta instância do esporte.

O francês, cuja tarefa era garantir o bom andamento dos trabalhos da Fifa, e em particular da Copa do Mundo, era o braço direito do hoje também banido presidente Joseph Blatter até os dois serem implicados em um escândalo de corrupção que assolou a entidade administradora do futebol em 2015 e levou a uma mudança considerável nos quadros de sua liderança.

Hans-Joachim Eckert, ex-juiz de ética da Fifa, considerou Valcke culpado de conduta imprópria na venda de ingressos do Mundial, abuso de gastos de viagem, tentativa de vender direitos de transmissão de TV abaixo do valor de mercado e destruição de provas.

Depois de ser demitido da função em janeiro de 2016, ele foi afastado inicialmente por 12 anos, reduzidos para 10 pelo próprio comitê de apelações da Fifa em junho passado. Ele negou qualquer irregularidade e agora está apelando à Corte de Arbitragem do Esporte (CAS).

"Leva anos para criar sua reputação, leva um segundo para destruir, é neste ponto que estou", disse ele aos repórteres. "Estou vivendo em paz com minha família, continuo forte no meu mundo e é isso que eu protejo".

Ele disse que a audiência foi "difícil".

"Você tem que ser muito claro em suas declarações", disse. "Espero que a comissão da CAS tenha entendido meu ponto de vista".

"Muitas vezes pergunto a mim mesmo por que tal desejo da Fifa de destruir não só o que foi feito no passado, mas o que foi feito por mim mesmo", completou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo