Esporte

Qatar quer que países vizinhos derrubem parte do boicote para Copa de 2022

Getty Images
Ilustração oficial de estádio da Copa do Mundo de 2022 Imagem: Getty Images

20/11/2017 14h01

DOHA (Reuters) - O Qatar apela para que os quatro países envolvidos no boicote diplomático e comercial permitam que seus cidadãos participem da Copa de 2022. A informação foi dada por um organizador do Mundial nesta segunda-feira (20).

"Nós separamos política de esportes", disse Hassan Al Thawadi, secretário-geral do comitê responsável pelo planejamento e operações do torneio, a repórteres em Doha.

Arábia Saudita, Barein, Emirados Árabes Unidos e Egito cortaram os laços diplomáticos, de transporte e de comércio com o Qatar em junho deste ano, acusando o país de financiar o terrorismo.

Doha nega as acusações, mas teve que encontrar novos fornecedores de materiais de construção para seus projetos da Copa do Mundo desde que o boicote foi imposto. Thawady afirma, porém, que o cronograma para esses projetos não mudou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo