Topo

Esporte

STJ decide manter Nuzman em liberdade

27/02/2018 20h24

OLIMP-NUZMAN-SEGUESOLTO:STJ decide manter Nuzman em liberdade

SÃO PAULO (Reuters) - A 6ª Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu nesta terça-feira manter o ex-presidente do Comitê Olímpico do Brasil (COB) Carlos Arthur Nuzman em liberdade, informou a corte.

Nuzman foi preso em outubro do ano passado sob suspeita de fazer parte de um esquema de compra de votos de membros representantes de países africanos do Comitê Olímpico Internacional para a escolha do Rio de Janeiro como sede da Olimpíada de 2016.

Depois, o ex-dirigente - que comandou o COB por 22 anos - foi colocado em liberdade por decisão liminar do STJ.

Ao analisar o mérito da questão nesta terça, a 6ª Turma do STJ decidiu ratificar a liminar dada pela própria turma que havia colocado o dirigente em liberdade, sem alterá-la.

A decisão substitui a prisão preventiva que havia sido imposta a Nuzman por medidas cautelares alternativas, como comparecimento mensal em juízo, proibição de comparecer à sede do COB ou do Comitê Organizador Rio 2016, proibição de contatos com outros réus no processo e entrega dos passaportes, assim como proibição de deixar o país.

O Ministério Público Federal (MPF) defendia que Nuzman voltasse à prisão, em parecer encaminhado ao STJ, argumentando que o restabelecimento da prisão preventiva era a única medida eficaz para evitar que Nuzman elimine provas e prejudique as investigações.

(Reportagem de Eduardo Simões)

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte