Topo

Esporte

Processo contra LeBron James e tatuagens de astros da NBA em video games pode continuar

30/03/2018 16h31

BASQUETE-NBA-PROCESSOLEBRON:Processo contra LeBron James e tatuagens de astros da NBA em video games pode continuar

SÃO PAULO (Reuters) - Uma juíza federal dos Estados Unidos recusou nesta sexta-feira um pedido da desenvolvedora da popular série de jogos NBA 2K pela anulação de um processo diante de representação de tatuagens pertencentes a LeBron James e outras estrelas da NBA nos jogos da companhia.

A juíza distrital norte-americana Laura Taylor Swain, de Manhattan, disse precisar de um entendimento maior sobre como o jogo da Take-Two Interactive Sotfware é “geralmente jogado” antes de decidir se sua representação “realística” de tatuagens licenciadas pela Solid Oak Sketches equivalem a uso justo.

A Solid Oak busca indenização por danos causados pela representação de tatuagens pertencentes a James, Eric Bledsoe e Kenyon Martin, pelas quais possui registros de direitos autorais.

A Take-Two argumentou que jogadores veem as tatuagens apenas “brevemente” e que isto é justo para representar estrelas da NBA como elas são na vida real, no contexto apropriado.

A Take-Two e seus advogados não responderam imediatamente a pedidos de comentários. A companhia sediada em Nova York disse que não comenta sobre assuntos legais.

“A juíza acertou”, disse Darren Heitner, advogado da Solid Oak. “Teria sido absolutamente prematuro julgar da maneira oposta e nós estamos ansiosos para seguir com o caso.”

Swain disse que antes de decidir se a Take-Two cometeu violação de direitos autorais, gostaria de entender como o “observador leigo médio” veria as tatuagens enquanto jogasse o jogo e o quão proeminentes as tatuagens realmente são.

“A visibilidade e a proeminência das tatuagens na tela são afetadas por inúmeras permutações possíveis de jogo que são dependentes de escolhas individuais de jogadores”.

      A Take-Two também possui o jogo “Grand Theft Auto” entre suas franquias.

(Reportagem de Jonathan Stempel)

((Tradução Redação São Paulo, 55 11 5644 7757)) REUTERS ID

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte