Topo

Esporte

Latinos estão comprando mais ingressos da Copa que europeus, diz Fifa

AP Photo/Ivan Sekretarev
Imagem: AP Photo/Ivan Sekretarev

03/04/2018 16h48

Os torcedores latino-americanos estão comprando ingressos para a Copa do Mundo da Rússia mais rápido que os europeus, de acordo com cifras publicadas pela Fifa nesta terça-feira.

A entidade organizadora do futebol disse que 394.433 ingressos foram comprados no período de vendas mais recente; destes, 216.134 foram destinados a torcedores do país-sede.

Os torcedores dos Estados Unidos foram os estrangeiros que mais adquiriram entradas - 16.642 -, embora sua seleção não tenha se classificado para o Mundial. Mas como os números se baseiam no país de residência, uma parte das vendas dos EUA pode dizer respeito à grande comunidade hispânica da nação.

Os cinco maiores compradores seguintes desta fase foram Argentina (15.006), Colômbia (14.755), México (14.372), Brasil (9.962) e Peru (9.766).

A Alemanha, que defenderá o título mundial, foi o país europeu que mais comprou ingressos, 5.974. Na sequência, Austrália (5.905), China (6.598) e Índia (4.509) completaram a lista dos dez maiores compradores, ainda que as seleções dos dois últimos países tampouco tenham se classificado.

A Fifa disse que um total de 1.698.049 bilhetes foram vendidos desde que as vendas começaram em setembro, cifra mais uma vez dominada por latino-americanos.

Moradores dos EUA foram os que mais compraram entradas, um total de 80.161, seguidos por Brasil (65.863), Colômbia (60.199), Alemanha (55.136), México (51.736), Argentina (44.882), Peru (38.544), China (36.841), Austrália (34.628) e Inglaterra (30.711).

Os torcedores russos adquiriram 796.875 ingressos. A última leva de bilhetes começará a ser vendida a partir de 18 de abril, segundo a Fifa.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte