Topo

Esporte

DNA europeu do Liverpool se mostra na atmosfera do Anfield

05/04/2018 14h54

FUT-CHAMPIONS-LIVERPOOL:DNA europeu do Liverpool se mostra na atmosfera do Anfield

Por Simon Evans

LIVERPOOL (Reuters) - Existe alguma coisa especial com o estádio de Anfield, do Liverpool, em noites europeias, quando o local se transforma em um caldeirão agitado capaz de inspirar seus anfitriões e intimidar seus adversários, como descobriu o Manchester City na quarta-feira.

Grandes jogos criam grandes atmosferas, mas o nível de barulho dentro do estádio na vitória por 3 x 0 do Liverpool no primeiro jogo das quartas de final da Liga dos Campeões, foi notavelmente maior do que no embate de janeiro entre os dois clubes pelo Campeonato Inglês.

O Anfield pode decepcionar o turista que visitar para um jogo da liga doméstica. Assim que o canto tradicional "You'll Never Walk Alone" é encerrado, a paixão parece se dissipar. Mas esse certamente não foi o caso na quarta-feira.

O sucesso europeu está no DNA do Liverpool e seus torcedores sentem isso. Um cartaz no setor Kop lembrou a todos sobre os cinco primeiros títulos europeus vencidos pelo clube — do primeiro triunfo em 1977, em Roma contra o Borussia Moenchengladbach, à virada extraordinária na final de 2005 contra o Milan em Istambul.

É uma marca inigualada para um clube inglês e feito que o Manchester City, cujo único sucesso continental ocorreu na copa dos campeões da Europa em 1070, está longe de alcançar.

O técnico do City, Pep Guardiola, frequentemente fala sobre as qualidades que os clubes grandes e experientes da Europa, como o seu ex-clube Barcelona e seu rival Real Madrid, são capazes de produzir na Liga dos Campeões. Lidar com as grandes ocasiões e ambientes hostis é certamente uma delas.

Na quarta-feira, o City pareceu abalado, embora eles possam protestar o contrário, não só pelos gols precoces que sofreram, mas pela atmosfera vibrante antes do jogo, dentro e fora do estádio.

O ônibus do time do City foi recebido por centenas de torcedores do time da casa que encheram as estreitas ruas da entrada do Anfield e objetos, incluindo garrafas e latas, foram arremessados ao veículo que levava os jogadores.

O Liverpool se desculpou pelo incidente, que deverá ser investigado pela Uefa, o órgão governante do futebol europeu.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte